Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Literatura | O Fascínio das Naus

Diz-nos a História que o Império se iniciou com o Infante D. Henrique, no século XV, e terminou no 25 de Abril, tendo as decisões políticas, desde o Ultimato Inglês – e mesmo antes – até à Guerra Colonial, sido todas tomadas em função, por causa e para manter o Império.

9 fev 2020

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Literatura | Das biografias

Já aqui o disse antes: gosto de ler biografias, especialmente biografias de escritores.

11 jan 2020

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

O Beco da Liberdade, de Álvaro Laborinho Lúcio

É o terceiro romance do juiz–conselheiro jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, natural aqui da Nazaré.

14 dez 2019

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Nos 500 anos da viagem de Magalhães

Volvidos 500 anos, no passado mês de setembro, sobre a partida de Fernão de Magalhães para a 1.ª viagem de circum-navegação que “tornou” a Terra redonda, aparecem vários escritos sobre esse feito extraordinário perpetrado por um português – mesmo que ao serviço de Carlos I de Espanha.  

14 nov 2019

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Literatura | O Susto

"No prefácio, A. M. Feijó diz-nos que O Susto – obra que Agustina Bessa-Luís escreveu em 1958 e que foi recentemente reeditada pela Relógio D’Água – é um roman à clef, isto é, um romance sobre pessoas reais tratadas de forma fictícia".

2 mai 2019

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Literatura | No centenário do nascimento de Sena e de Sophia?

Opinião | "No ano em que passam cem anos sobre o nascimento de dois grandes vultos das Letras portuguesas – Sophia de Mello Breyner...e Jorge de Sena... não há como não deixar aqui um pequeno testemunho da nossa dívida cultural...".

8 abr 2019

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Literatura | O Auto de António ou a criação de um mito

7 mar 2019

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

António Lobo Antunes na Pléiade

Dói-me sempre ver as obras de António Lobo Antunes à venda nas grandes superfícies, por vezes primeiras edições, com descontos de 40 e de 50%, junto com os livros ditos cor-de-rosa, ou de culinária, ou daquilo a que se chama livros de “autoajuda'.

22 out 2018

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Alguém leu Andrade Albuquerque?

Foi o mais destacado autor policial português dos anos 60 e 70 e em toda a história da ficção policial portuguesa

3 mai 2018

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Agustina

Atrevo-me a dizer que é na mente deste narrador (que vejo mais como narradora) que, em forma de monólogo interior, se desenvolve toda a teia da narrativa.

5 abr 2018

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Duas referências da cultura portuguesa

De igual modo, António José Saraiva (AJS), nascido em 31 de dezembro de 1917, em Leiria, filho do professor José Saraiva (...), foi grande opositor ao regime salazarista e militou no PCP, o que lhe valeu ter de partir para o exílio em França.

8 fev 2018

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Camilo Pessanha, o grande simbolista

Em Macau, foi professor de liceu e magistrado e foi por lá que escreveu a sua talentosa, se bem que reduzida, obra.

4 jan 2018

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Orlando – uma biografia

Leio que a escritora Luísa Costa Gomes fez uma adaptação sui generis, em forma de monólogo, do romance Orlando, de Virginia Woolf, para teatro, reescrevendo uma parte marcante da obra – A Grande Vaga de Frio.

9 nov 2017

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Hora di bai de Manuel Ferreira

Publicada no ano de 1962, Hora di bai, obra de cariz neo-realista, recebeu o prémio Ricardo Malheiros e retrata a crua realidade da vida em Cabo Verde nos anos 40 do século passado – anos de seca prolongada, de fome, de miséria, de repressão.

14 ago 2017

Graça Sampaio , professora

Graça Sampaio , professora

Manuel Ferreira, um escritor de Leiria II

Na passagem do centenário do seu nascimento – 18 de Julho de 1917 – volto aqui no intuito de dar a conhecer alguns traços do autor de Hora di Bai como pessoa, como pedagogo, como homem das letras, da língua e da cultura.

24 jul 2017