Sociedade

Campanha 54': Tânia Bailão Lopes desenha contra a violência

20 out 2020 20:07

Durante todos 54 dias de duração da campanha, serão apresentados novos filmes, à velocidade de um a cada 24 horas.

Clique em cima na imagem para ver o vídeo

A União de Freguesias de Marrazes e Barosa, no concelho de Leiria, apresentou hoje mais um vídeo da campanha de prevenção da violência contra as mulheres e violência doméstica, a que o JORNAL DE LEIRIA se associou.

Tânia Bailão Lopes desenha uma mulher agredida e apela ao fim da violência.

Esta campanha de sensibilização dá pelo nome de 54' e parte das conclusões de um estudo que revela que "54 minutos" é o tempo livre que cada mulher tem para si durante as 24 horas de um dia.

Este e outros dados podem ser lidos As mulheres em Portugal, hoje, publicação editada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

“O 54' tem como objectivos principais promover a minimização e eliminação de comportamentos violentos e de representações e estereótipos subjacentes à violência contra as mulheres e promover mudanças de atitudes e comportamentos com vista à valorização do respeito e igualdade”, explica Catarina Dias, secretária da Junta de Marrazes e responsável pelo projecto, que tem o apoio do Município de Leiria.

A campanha é o resultado de um desafio lançado a 54 pessoas, colectivos e instituições do campo artístico, maioritariamente, da área de abrangência da Rede Cultura 2027, da intervenção social e outros de destaque e relevo na comunidade. 

Durante todos 54 dias de duração da campanha, serão apresentados novos filmes, à velocidade de um a cada 24 horas.

 

Nascida a 11 de Agosto de 1983, Tânia Bailão Lopes abraça desde cedo o fascínio pelas pequenas coisas da vida e é nas artes que se descobre. Os seus primeiros trabalhos incluem uma pintura de graxa na parede exterior da sua casa, quando a idade lhe cabia numa mão.

Fica apenas essa imagem, pois a memória encarregou-se de lhe bloquear as lembranças, certamente pela reacção que os seus pais tiveram ao ver tal obra. Como é perceptível, dedicou-se primeiro à prática e só depois à teoria.

Licenciada em Serviço Social e mestre em Psicologia Clínica, a pintura torna-se uma ferramenta de comunicação, onde assume uma atitude interventiva e uma personalidade heterogénea.

Exerce na sua área de formação durante dez anos, optando depois por se dedicar, exclusivamente, à criação artística.

Desde 2002 expõe os seus trabalhos em vários espaços, dentro e fora do país, passando por Macau, Itália, Espanha, Austrália e Brasil.

Premiada na área da Pintura e da Ilustração, tem a sua obra representada no acervo de várias entidades públicas e privadas.

Em 2009 elabora a Primeira Exposição Multissensorial e Inclusiva em Portugal (Projecto “Olha por mim”) e em 2011 realiza um estudo pioneiro em Portugal, no âmbito do Mestrado, sobre o Efeito da Arteterapia nas funções cognitivas dos idosos.

Apaixonada pela ilustração, estreia-se na escrita em 2015 na escrita, com o livro infantil “Romeu, o Touro que não gostava de touradas” .

Em 2016 publica “Manel, o amigo fiel” e “Piu Caganita” o primeiro livro multiformato composto por versão de texto aumentado, pictogramas, braille impresso e imagens em relevo, tudo isto num único livro, tendo ainda disponível online a versão adaptada para Língua Gestual Portuguesa e Audiolivro.

Desde 2016 que desenvolve trabalho nas escolas, de norte a sul do país, promovendo os valores humanos e a criatividade nos mais novos.

Conta já com sete livros escritos e 56 ilustrados.

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.