Sociedade

Melanie Tavares: 54 segundos chegam para pedir ajuda e pedir que esta violência pare

12 out 2020 12:40

O 54' tem como objectivos principais promover a minimização e eliminação de comportamentos violentos

Clique em cima da imagem para ver o vídeo

A União de Freguesias de Marrazes e Barosa, no concelho de Leiria, lançou hoje o sétimo vídeo da campanha de prevenção da violência contra as mulheres e violência doméstica, a que o Jornal de Leiria se associou.

Chama-se 54' e parte das conclusões de um estudo que revela que "54 minutos" é o tempo livre que cada mulher tem para si durante as 24 horas de um dia.

Este e outros dados podem ser lidos As mulheres em Portugal, hoje, publicação editada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

“O 54' tem como objectivos principais promover a minimização e eliminação de comportamentos violentos e de representações e estereótipos subjacentes à violência contra as mulheres e promover mudanças de atitudes e comportamentos com vista à valorização do respeito e igualdade”, explica Catarina Dias, secretária da Junta de Marrazes e responsável pelo projecto, que tem o apoio do Município de Leiria.

A campanha é o resultado de um desafio lançado a 54 pessoas, colectivos e instituições do campo artístico, maioritariamente, da área de abrangência da Rede Cultura 2027, da intervenção social e outros de destaque e relevo na comunidade. 

Novos filmes serão apresentados diariamente, durante 54 dias.

No vídeo de hoje, Melanie Tavares lembra que 54 segundos são apenas segundos de uma vida que pode ser destruída num segundo apenas.
 
Melanie Tavares é psicóloga clínica e do aconselhamento, reconhecida pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, da qual é membro efectivo, como especialista  em Psicologia Clínica e da Saúde, em Psicologia da Educação, em Psicologia Comunitária e em Necessidades Educativas Especiais.
De acordo com os dados disponibilizados pela PSP, foram registadas 153 ocorrências de violência doméstica no concelho de Leiria. À semelhança do panorama nacional, 90,10% das situações referem-se a vítimas do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 25 e os 54 anos (72.6%), que se encontram numa relação de conjugalidade ou equiparada com a pessoa agressora (52.2%), refere o Diagnóstico Social do Concelho de Leiria.

O Centro de Atendimento as Vítimas de Violência Doméstica do Distrito de Leiria, desde o início da sua actividade (Fevereiro de 2007) regista, em média, 200 casos novos por ano.

Em 2015, foram registados 214 casos novos, 123 referentes a residentes no concelho de Leiria.
 
Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.