J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Alterações climáticas: culpa “só” dos outros?

Meu Caro Zé, Nesta época natalícia em que a mensagem (esquecida) que lhe subjaz é de Paz e Amor, assistimos, por todo o lado, a convulsões que são tudo menos pacíficas e em que se fala cada vez mais do “discurso de ódio”

13 dez 2019

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Política ou politiquice?

Kissinger defende que o Pacto foi assinado com segundas intenções e que logo começaram os subscritores, começando pela França, passando pela Inglaterra e culminando nos Estados Unidos, a adulterá-lo.

8 dez 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Pinhal de Leiria – e agora?

Meu Caro Zé,

2 nov 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Vamos continuar indiferentes?

Meu Caro Zé, nem sei por onde começar.

22 jul 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Macron presidente, mas...

Meu Caro Zé, escrevo-te na manhã de segunda-feira, dia 8 de maio, depois de, à semelhança do que fiz há duas semanas, ter passado mais de três horas a seguir, em direto, as eleições francesas num canal francês.

14 mai 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

"Brexit": Jogar ao Monopólio?

Meu Caro Zé, Na minha missão de te informar do que por cá vai, trago-te agora uma nova palavra, “Brexit”, que anda nas “bocas do mundo”.

8 abr 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Condições necessárias mas insuficientes

Lembrar-te-ás da insistência com que o nosso professor de matemática nos enchia os ouvidos com a necessidade de distinguir uma condição necessária de uma suficiente.

4 mar 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

O que vale a palavra?

Perguntar-te-ás, e bem, porquê estas citações num artigo de opinião de um jornal?

26 jan 2017

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Que Estrela procuramos?

A cereja em cima do bolo é o número de estrelas Michelin que sobe em flecha na restauração portuguesa, com grande fanfarra e cobertura televisiva e jornalística.

22 dez 2016

J. Amado da Silva

J. Amado da Silva

Bem para além de Trump...

Os sistemas económicos e políticos cultivam a sua própria versão da verdade de acordo com as pressões pecuniárias e as modas políticas da época

17 nov 2016