Rui Rocha, economista

Rui Rocha, economista

A Democracia Local

No passado dia 01 de Outubro realizaram-se mais umas eleições autárquicas, permitindo a escolha dos eleitores para a governação das Juntas de Freguesia, Assembleias Municipais e Câmaras Municipais.

15 out 2017

Luís Mourão, dramaturgo

Luís Mourão, dramaturgo

Gente boa

O “Te-Ato” comemora 40 anos, como dava conta o Jornal de Leiria da semana passada, o Festival de Teatro “Acaso” 22 anos e o “Nariz – Teatro de Grupo” ele mesmo, 24 anos de atividade interrupta.

14 out 2017

Paulo Henrique

Paulo Henrique

Reprodução autorizada

Esta manifestação que poderia intitular de «apropriação cultural», preferindo dizer «réplica arquitetónica», encontra-se visível perto de Leiria, mas com um outro princípio e significado do qual falarei mais adiante.

13 out 2017

João Nazário

João Nazário

Querer o que não se tem

É assustador verificar que em apenas quatro anos o consumo de medicamentos para a saúde mental duplicou, principalmente se tivermos em consideração que o ponto de partida era já elevado.

12 out 2017

Amélia do Vale

Amélia do Vale

“Bum, crash” humanos e as possibilidades de lhes pôr um fim

Bum, crash! - Olha, outra vez!

9 out 2017

Francisco Freire, investigador

Francisco Freire, investigador

Teorias rurais

Após este tempo de clarificação eleitoral, sabemos que é agora inevitável avançar com o referendo de autodeterminação da bacia da ribeira dos Milagres.

9 out 2017

Alexandra Azambuja, publicitária

Alexandra Azambuja, publicitária

Praxe p´ra que te quero?

Passo diariamente pelas praxes dentro da Escola Superior de Leiria cheia de vergonha.

9 out 2017

Carlos Matos, presidente da Fade in

Carlos Matos, presidente da Fade in

Eu tinha razão.

Eu tinha razão. Um vezes um, um; um vezes dois, dois; um vezes três, três; um vezes quatro, quarto; um vezes cinco, cinco; um vezes seis, seis; um vezes sete, sete; um vezes oito, oito; um vezes nove, nove; um vezes dez, dez.

11 out 2017

Manuel Gomes, economista

Manuel Gomes, economista

Cautela e caldos de galinha

O que aconteceu para, num curto espaço de tempo, tanto ter mudado em Portugal?

10 out 2017

Fernando Gonçalves, INTERVIR JÁ – Movimento Cívico

Fernando Gonçalves, INTERVIR JÁ – Movimento Cívico

Um Viagem pelo Distrito Sem (Grandes) Surpresas.

Escrevi, neste jornal, que os copos e os tremoços não iriam conduzir Fernando Costa a um bom resultado em Leiria.

9 out 2017

João Nazário

João Nazário

Buraco fundo

Como o JORNAL DE LEIRIA antecipou na sondagem publicada na semana passada, Fernando Costa foi esmagado por Raul Castro, alinhando os seus resultados com a hetacombe que se abateu sob o PSD em termos nacionais.

5 out 2017

Fernando Ribeiro *

Fernando Ribeiro *

A América de joelhos

Eu não sou anti-americano, atenção. Algumas das conquistas, obras e avanços mais importantes vieram de lá.

4 out 2017

João Carvalho Santos *

João Carvalho Santos *

Economia igual a desenvolvimento?

Será a impressionante economia chinesa sinal de desenvolvimento?

3 out 2017

Paulo Kellerman *

Paulo Kellerman *

Etc.

No princípio, quando vieste depositar-me no lar, quase não saía do meu quarto.

1 out 2017

Guardiões de segredos – a autenticidade

Esta reflexão centra-se num texto de opinião, Keepers of the secrets, de James Somers, sobre a importância dos arquivos.

2 out 2017

J. Amado da Silva *

J. Amado da Silva *

Serão mesmo eleições autárquicas?

Meu Caro Zé,

29 set 2017

João Lázaro, psicólogo clínico e director do TE-ATO

João Lázaro, psicólogo clínico e director do TE-ATO

Não é por “ACASO” que temos um “Nariz”

É hoje que se inicia a 22.ª edição do ACASO, festival organizado pela Companhia de Teatro “O Nariz”.

30 set 2017

João Nazário *

João Nazário *

A tradição ainda é o que era

A tradição ainda é o que era. Com o aproximar do dia das eleições, parte das pessoas de alguma forma envolvidas com as candidaturas perde a razão e deixa emergir os instintos mais primários.

28 set 2017

Sérgio Felizardo, Editor-in-Chief Vice Portugal

Sérgio Felizardo, Editor-in-Chief Vice Portugal

Da vergonha alheia

O circo das campanhas eleitorais é um fartote de vergonha alheia. Bandeirinhas, discursos aos berros, cânticos de claques da bola, insultos, mais gritaria, beijos e beijinhos, panfletos e panfletinhos, caixas de correio cheias de caras lavadas a photoshop

27 set 2017

Vítor Hugo Ferreira *

Vítor Hugo Ferreira *

A minha rua tem um semáforo

A “tragédia dos comuns” pode ser descrita como um problema económico em que cada indivíduo tenta obter o maior retorno possível de um determinado recurso (usualmenteum recurso partilhado).

26 set 2017