Opinião

Sucesso invisível

9 mar 2020 10:00

E é underground porque é praticamente invisível ao radar dos que andam menos atentos a estas questões das novas músicas, daquelas que não rodam nas rádios que mais se ouvem em Portugal e, sobretudo, porque não precisa de muita divulgação para ter sucesso.

Estamos a pouco mais de mês e meio da quinta edição do festival Monitor - Minimal Wave & Post-Punk International Rendez- Vous, que tem lugar no dia 25 de Abril, na Stereogun, em Leiria.

O evento, que desde a sua primeira edição faz jus ao epíteto "Som da Frente" - expressão que titulava um dos programas de rádio mais emblemáticos de sempre, de um dos radialistas mais influentes e inesquecíveis do éter nacional, refiro-me, evidentemente, ao saudoso António Sérgio - mantém uma linha programática bastante coerente e definida desde a sua génese e é, claramente, um dos festivais mais underground do país.

E é underground porque é praticamente invisível ao radar dos que andam menos atentos a estas questões das novas músicas, daquelas que não rodam nas rádios que mais se ouvem em Portugal e, sobretudo, porque não precisa de muita divulgação para ter sucesso.

Aliás, no recente estudo que saiu sobre os eventos mais mediáticos da cidade de Leiria, o festival Monitor, embora vá já na sua quinta edição, nem aparece na lista!

Contudo, são poucos os eventos de cá que podem orgulhar-se de praticamente terem esgotado todas as suas edições. E uma coisa é esgotar uma sala de 240 lugares com bilhetes a 5 euros.

Outra coisa é esgotar a mesma sala com bilhetes a 30 ou 35 euros, como tem vindo a ser o caso, ano após ano.

A edição de 2020 ainda não está esgotada (como já referi, estamos a mais de mês e meio de distância) e estes preços justificam-se porque todas as bandas que actuam no festival Monitor são internacionais e voam directamente dos seus países de origem para actuar em data exclusiva neste evento leiriense que, tal como o igualmente diferenciado Entremuralhas/Extramuralhas, tem a chancela da Fade - Associação de Acção Cultural.

E, à semelhança do festival gótico que desde 2010 tem feito as delícias dos melómanos mais atentos e singulares, também o festival Monitor atrai à cidade de Leiria pessoas oriundas dos mais diversos lugares.

No caso, do Funchal a Madrid, do Porto a Lisboa, de Vigo a Faro.

Nesta edição vão estar em cartaz Pyrit (Suíça), Skemer (Bélgica), Hide (Estados Unidos), Bracco (França), Isolated Youth (Suécia) e Rue Oberkampf (Alemanha).

Bandas escolhidas a dedo entre a nata do melhor que se vai fazendo por esse mundo fora. E tudo pontinho a ser consumido ao vivo, aqui, ao virar de uma esquina!

EVENTOS

Veja Também