Sociedade

Transtornos de personalidade podem explicar agressões brutais

23 mai 2020 12:34

Valentina foi brutalmente assassinada, alegadamente pelo pai e com a conivência da madrasta. Especialistas forenses defendem uma perícia imediata aos dois suspeitos

transtornos-de-personalidade-podem-explicar-agressoes-brutais

A morte de Valentina chocou o País. A autópsia revela agressões de enorme brutalidade sobre a menina de 9 anos.

O sofrimento a que a criança terá sido sujeita leva qualquer cidadão a questionar a razão de um pai, alegadamente, matar a filha e ainda esconder o seu corpo.

Especialistas forenses ouvidos pelo JORNAL DE LEIRIA defendem que o pai e a madrasta, que terá colaborado na ocultação do cadáver, deveriam ter sido sujeitos de imediato a uma perícia forense para avaliar os traços de personalidade.

Mauro Paulino, psicólogo clínico e forense, e Carlos Poiares, docente de psicologia criminal, consideram que a informação sobre quem são aqueles dois arguidos pode ser preponderante para a descoberta da verdade.

“O que lhe passou pela cabeça? Para obter a resposta é imprescindível conhecer este homem. Por detrás de um acto há um actor, há uma relação com a mulher, com a ex-mulher e com a filha. Assassinar uma filha já é bárbaro e nas barbas dos outros filhos sobe exponencialmente”, afirma Carlos Poiares.

Mauro Paulino explica que “as perícias pedidas ao nível da psicologia forense ajudam a perceber o perfil dos indivíduos”.

“Em alguns casos, pode contribuir para avaliara perigosidade dos arguidos ou dar informação sobre um factor de risco e de protecção.”

Por exemplo, "o facto de ser uma pessoa que demonstre maior ou menor frieza pode contribuir para a decisão”.

Se a perícia indiciar que se está perante uma pessoa “manipuladora ou com um determinado comportamento”, a informação“pode ser útil para o julgamento para aferir da credibilidade das afirmações do arguido”.

À pergunta que razões levam um pai a matar um filho, Carlos Poiares sublinha que a resposta vai também"resultar da avaliaç&at

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.