Sociedade

Orçamento de 10.7 milhões de euros aprovado em Alvaiázere

8 dez 2017 00:00

O Orçamento aprovado para o próximo ano é de 10.658.335, euros, o que representa um aumento em mais de 7% face a 2017.

orcamento-de-107-milhoes-de-euros-aprovado-em-alvaiazere-7780
Jacinto Silva Duro

O Município de Alvaiázere (PSD) aprovou, por maioria, o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2018 no valor de 10,7 milhões de euros, tendo-se registado os votos contra do PS. 

Segundo uma nota de imprensa, a Câmara de Alvaiázere, liderada por Célia Marques, refere que “ainda que convidados, para uma reunião informal de preparação do orçamento”, os vereadores do PS mostraram-se indisponíveis para tal, não apresentando qualquer proposta para discussão na reunião nem no período de manifestação de opinião que lhes é concedido pelo estatuto do direito de oposição, antes da discussão e aprovação do mesmo em sede de reunião de câmara”. 

 O documento contempla um conjunto de medidas ligadas ao desenvolvimento económico que ascendem a 1.4 milhões de euros. “Ou seja, um reforço de mais de 80%, em relação ao orçamento de 2017, para a execução de projectos concretos que permitirão criar mais emprego em Alvaiázere”, refere o comunicado. 

A requalificação e alargamento da Zona Industrial de Troia ou a criação da Plataforma de Desenvolvimento Empresarial, a instalar no edifício da antiga escola do 1.º ciclo de Alvaiázere são algumas das obras previstas para “estímulo e apoio à actividade empresarial”, o que consumirá “um quinto do valor global das Grandes Opções do Plano”. 

Outra medida prevista é a oferta de manuais escolares até à conclusão do 2.º ciclo e de refeições no 1.º ciclo às crianças do concelho de Alvaiázere, indica a nota de imprensa, acrescentando que o Município também disponibilizará actividades que ocupem os alunos durante os períodos de interrupção lectiva. 

Está contemplado também o reforço da capacidade de acção das Juntas de Freguesia, melhorando a sua autonomia financeira, capacitando-as com mais recursos financeiros que “possibilitarão maior eficácia no cumprimento das competências que lhes foram delegadas”. 

“O grande objectivo deste orçamento é poder tornar o concelho mais atractivo à fixação de pessoas, através do estímulo à criação de emprego e através da criação de medidas sociais de apoio à família e geradoras de melhor qualidade de vida”, destaca a autarquia.