Sociedade

Município de Leiria submete candidatura para requalificação da Ribeira dos Milagres

18 out 2019 00:00

Está também em fase de conclusão a regularização fluvial após incêndios florestais de 2017 num protocolo com a Agência Portuguesa do Ambiente nas Ribeiras da Água Formosa e do Porto da Sepa

municipio-de-leiria-submete-candidatura-para-requalificacao-da-ribeira-dos-milagres-10796

O Município de Leiria anunciou hoje que submeteu uma candidatura ao Fundo Ambiental com vista à requalificação da Ribeira dos Milagres, no valor de 185 mil euros.

O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, esta quinta-feira, na sessão de abertura da XXII Jornadas sobre Ambiente e Desenvolvimento da OIKOS – Associação de Defesa do Ambiente e do Património da Região de Leiria, que decorrem até dia 19 de outubro no auditório da Nerlei, subordinadas ao tema Bacia Hidrográfica do Lis – Desafios para o futuro.

Gonçalo Lopes, que revelou que a candidatura foi submetida em Setembro, salientou a “resiliência” da OIKOS, que insiste há largos anos no debate das questões ambientais, mesmo num tempo em que este assunto estava fora da agenda mediática.

“Foi um trabalho de formiguinha até ao ponto em que nos encontramos. Julgo que, hoje em dia, e tenho sentido essa pressão, a opinião pública exige que a defesa do ambiente seja colocada no topo das prioridades dos decisores políticos”, disse, citado na nota de imprensa, destacando o empenho do Município de Leiria na resolução dos problemas ambientas do concelho.

O autarca recordou as intervenções que foram realizadas na frente ribeirinha e nas diversas linhas de água do concelho, envolvendo um investimento de 34.441 euros, estando em preparação mais um plano de acção, para o qual foi feito um diagnóstico das prioridades e dos pontos críticos de intervenção, em especial na frente urbana.

Segundo o Município, está também em fase de conclusão a regularização fluvial após incêndios florestais de 2017 num protocolo com a Agência Portuguesa do Ambiente nas Ribeiras da Água Formosa e do Porto da Sepa, num montante de 52.947 euros, sendo que, no âmbito dos SMAS, prosseguem os trabalhos de alargamento da rede de saneamento e sua requalificação na área urbana.

Gonçalo Lopes garantiu ainda que o Município “continuará a exercer pressão junto do poder central” na questão do tratamento dos efluentes. “Não declinamos as nossas responsabilidades, queremos fazer mais e melhor e queremos continuar a contar com o vosso apoio [associações ambientalistas] na definição das melhores estratégias a seguir”, concluiu, citado na nota. 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.