Sociedade

Movimentos independentes e CDU 'chumbam' orçamento

19 nov 2015 00:00

Com uma posição minoritária na Câmara da Marinha Grande, o executivo do PS viu reprovado o Orçamento para 2016, sendo agora obrigado a rever o documento para garantir a sua aprovação.

movimentos-independentes-e-cdu-chumbam-orcamento-2491

Com um valor de cerca de 21 milhões de euros, os vereadores da CDU e dos movimentos independentes “chumbaram” o documento, numa reunião extraordinária realizada à porta fechada, na segunda-feira à noite, por considerarem que a câmara, liderada interinamente por Paulo Vicente (PS), não definiu prioridades para o concelho.

O orçamento foi reprovado com três votos favoráveis dos vereadores do PS (2) e do PSD (1) e quatro votos contra da CDU, do + Concelho e do MpM – Movimento Pela Marinha. Apesar de considerar uma “tentativa louvável” de Paulo Vicente integrar no Orçamento “todas as pretensões e sugestões dos vereadores da oposição”, Carlos Logrado, do + Concelho, considera que “não é possível chegar a todos”.

Leia mais na edição impressa ou faça registo e descarregue o PDF gratuitamente

EVENTOS