Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXVII

Houve um dia em que se decidiu a abolição dos espelhos. Reuniram-se todos os que existiam no planeta e quebraram-se, um a um, de forma disciplinada

13 jun 2024

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXVI

Já não vai à escola há mais de 50 anos, mas ainda pensa em árvores quando olha a lua

9 mai 2024

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXV

Nos últimos meses morreram trinta e uma mil pessoas em Gaza. E se fosse dado um abraço a cada uma delas?

4 abr 2024

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXIV 

E o rei, magnânimo, manda espalhar por todo o lado a notícia de que está orgulhoso e agradecido

29 fev 2024

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXIII

Vamos inventando memórias; acumulando-as uma após outra. E com elas, construímos um castelo

25 jan 2024

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXII

Impressões, por Paulo Kellerman

21 dez 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XXI

Pai, por que motivo cada pessoa dá mais importância à sua própria vida do que à vida dos outros? As vidas não são todas valiosas?

16 nov 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XX

Toda a gente achava que ela vivia sozinha; mas não era bem assim: morava com as suas plantas

12 out 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado XIX 

O velho olha expectante, nervoso. E a morte faz a sua pergunta: o que é o amor?

31 ago 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XVIII) 

Gosto de acreditar que as memórias nascem sempre de uma decisão

3 ago 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XVII)

Passo muitas horas a olhar a montanha que vejo da janela do meu quarto; contudo, nunca fiz um único gesto para efectivamente a subir

29 jun 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XVI) 

A pessoa que beijaste repetidamente é a mesma que, agora, não suportas olhar

25 mai 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XV)

Pensar é uma infantilidade. É a mesma coisa que ter um amigo imaginário. Ou acreditar em Deus. Uma busca de companhia, de conforto. Um entretenimento?

20 abr 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XIV)

Todos os dias ao início da manhã o sonho sai de casa e caminha pelas ruas da cidade; por vezes, aborda alguém e pergunta: olá, queres que me concretize?

16 mar 2023

Paulo Kellerman, escritor

Paulo Kellerman, escritor

Dicionário improvisado (XIII)

Todos os momentos são efémeros. (Regra geral.) Alguns momentos parecem durar uma vida inteira. (Beijo.)

9 fev 2023