Opinião

Literatura | Gramática da Fantasia  #MAPAS 

31 jul 2020 20:00

# MAPAS, ou uma outra designação para algo que deixa marcas profundas em todos nós.

Anda por aí um vírus daqueles que chegam inesperadamente qual beijo bíblico de Judas… e que nos roubou a confiança e o corpo do outro…que nos roubou A Porta ( o Festival) e nos fez trancar portas e janelas…

Mas este vírus trouxe-nos um MAPAS, repleto de sentimento de pertença a um lugar e ao mundo, de sentido de comunidade,  e de esperança num futuro que ainda não aconteceu, mas que será certamente melhor que o hoje.

Este MAPAS, não é um roteiro, ou um guia de viagem, pelo contrário é todo ele um mapa mundi, que transforma pessoas numa carta de constelações onde as estrelas são as pessoas que podemos conhecer, apreciar e que este MAPAS faz brilhar.

O MAPAS trouxe magia a Leiria em tempos de pandemia…preparou criteriosamente a sua programação, cuidou de uma curadoria feita de pessoas de coração grande e energia boa, juntou-(n)os, deu-nos corpo, voz, envolveu todos e cada um…e foi muito muito gratificante e compensador…

Este MAPAS acendeu a luz do pensar sobre as coisas, de criar, prospectivar e de olhar para o território, mas também para o vizinho do lado, para o senhor do café, para o artista ou para o sr. doutor…inscreveu-se em nós não só sob a formas artísticas, mas como mote para a participação, para o empoderamento…

Este MAPAS aproximou-nos pôs-nos a escrever uns para os outros a olhar para nós, para o outro, para todos e para a cidade…e acho que poderei falar por todos…foi infinitamente bom.

Eu, a convite deste Mapas, escrevi a primeira Carta para Leiria e para o Futuro e no final da corrente recebi uma especial…não poderia ter sido outra…uma de esperança de um cidadão pequenino ainda em construção…como se a equipa do MAPAS intuísse o quanto valorizo as artes e a educação na construção da comunidade e como tantas vezes me dirijo aos cidadãos pequeninos e lhes mostro o quando acredito neles e no seu poder de mudar o mundo…

Respondo-te agora querido Pedro…sabes, também eu como tu, gosto muito de Leiria, … e tenho a certeza que tu, os teus amigos e os meus filhos e tantos filhos dos amigos deste MAPAS, sabes, vão ler muito, brincar, aprender, experimentar e fruir e conhecer mundo…vão ter opinião própria, respeitar a diversidade e a diferença e vão ver sempre mil soluções para cada problema, mas a seu a seu tempo vão cuidar de nós, olhar Leiria, esta cidade, casa de todos, e cuidarão para que seja um mapa do universo onde todos poderão brilhar com luz própria…se não souberes bem o que isso significa hoje…guarda se quiseres este recado, que quando fores esse “acendedor” de estrelas vais entender-me, até lá aproveita para ver as bonitas constelações deste céu de verão…vão em família de saco cama para a varanda ou para o jardim e ouve os gafanhotos e os grilos…

Texto escrito segundo as regras do Acordo Ortográfico de 1990

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.