Viver

Vê aqui como ganhar bilhetes para os Bons Sons

5 ago 2019 00:00

De 8 a 11 de Agosto, todos os caminhos vão dar a Cem Soldos

Jacinto Silva Duro

Moços e moças, quereis ir à mais famosa aldeia de Portugal e ouvir Dino D'Santiago, Sensible Soccers, Tiago Bettencourt, DJ Ride, Sterossauro, Três Tristes Tigres, First Breath After Coma + Noiserv, X-Wife, Diabo na Cruz e muitos, muitos outros músicos e bandas nacionais?

Quereis um bilhete diário à borla?
O JORNAL DE LEIRIA tem a solução para vós!

O JORNAL DE LEIRIA está a "viver a aldeia" em Cem Soldos, em preparação do Festival Bons Sons e mostra-vos o dia-a-dia de quem por lá está a preparar tudo para a grande festa da música portuguesa. Dito isto, no Instagram do @jornaleiria nos BONS SONS, quantas pias se podem ver?

Envia o mais rapidamente possível a tua resposta para newsletter@jornaldeleiria.pt, juntamente com o teu nome completo e número do Cartão de Cidadão. (Os dados serão utilizados apenas no âmbito deste passatempo.)

Se não conseguires à primeira, não desanimes. Vamos dar mais bilhetes diários só tens de ser rápido nas respostas. 

TODA A PROGRAMAÇÃO AQUI 

Mais informações utéis

PASSE 4 DIAS - €50   
BILHETE DIÁRIO - €25
Bilhetes à venda nos locais habituais e nas bilheteiras do recinto

Maneiras de chegar a Cem Soldos não faltam.
Para quem vai de carro, chegar é simples. No GPS, as coordenadas que interessam são estas: 39°35’10.8″ N 8°27’05.2″ W.

O trajecto até ao festival não podia ser mais fácil e directo e existem 20 parques de estacionamento à volta da zona do festival.

Claro que é sempre bom ter em conta o meio ambiente, por isso o festival recomenda o uso de transportes públicos, com direito a descontos.

A CP – Comboios de Portugal oferece um desconto de 30% num bilhete de ida e volta a todos os portadores de bilhete BONS SONS, para viagens de 7 a 12 de agosto, com destino a Tomar ou Paialvo.

O BONS SONS disponibiliza também um transfer, de hora em hora, entre Cem Soldos e Tomar (estação de comboios CP e estação de autocarros) e Paialvo (estação de comboios CP, Linha do Norte). Este serviço está disponível de 7 a 12 de Agosto. De 8 a 11 de Agosto, circula das 10 às 4:15 horas. Dia 7, das 10 às 22 e, no dia 12, das 10 às 16 horas. O bilhete de ida e volta custa 1,50 euros.

Mais informações aqui
 

ONDE FICAR
Acampar no BONS SONS é sempre uma das opções mais populares. Os que têm passe geral têm acesso gratuito ao campismo, que abre portas às 10h00, no dia 7 de agosto. Ainda há outra opção para para aqueles que querem levar o campismo para outro nível: o Parque Sleep’em’All, com tendas montadas, eletricidade e balneários com água quente.

Mais informações aqui

Os visitantes que se deslocam em caravanas têm ao seu dispor um parque específico para o efeito, com pontos de água potável para dar apoio à estadia.

E, claro, para aqueles que procuram ainda mais conforto nas suas visitas ao BONS SONS, existe uma grande quantidade de hotéis, residenciais, quintas, estalagens e parques de campismo. O concelho de Tomar, a região do Médio Tejo e de Leiria são ricas em unidades hoteleiras e turismo rural para todos os que querem mais hipóteses e alternativas e aproveitam para conhecer melhor a região.

No recinto, não esquecer a zona da restauração com os seus espaços amplos, onde existem opções de comida para todos os gostos e feitios: cozinha local, petiscos, produtos regionais, pratos vegetarianos e muito mais.
 

O QUE FAZER
Como é sabido, o BONS SONS é todo ele composto por música e concertos com os mais variados artistas portugueses vindos de todo o país. Mas o festival tem bem mais para oferecer.

A programação paralela, este ano, conta com espetáculos de dança, sessões de cinema, peças de teatro, debates, percursos artísticos pela aldeia e todo um espaço dedicado às famílias e crianças que passem pelo festival e queiram passar bons momentos com as atividades preparadas especificamente para elas.

Como sempre, é possível levar um pouco de Cem Soldos (e não só) para casa graças à Feira do BONS SONS, onde artistas, artesãos e alfarrabistas expõem e vendem todo o tipo de peças únicas. Claro que viver o festival também passa por conhecer e conviver com todos os habitantes e visitantes que fazem de Cem Soldos o local especial que é.

E, porque não há melhor forma de refrescar do que com mergulhos na água, é preciso mencionar que toda a área à volta do festival está repleta de praias fluviais num raio de 20 quilómetros. Desde o Agroal, na nascente do Nabão, às praias do rio Zêzere, as escolhas são muitas. Uma oportunidade perfeita para descobrir as paisagens naturais que a região tem ao dispor.

O PODER ESTÁ NA PULSEIRA
Um ponto muito importante é que, no ano passado, o BONS SONS passou a ser um festival cashless, ou seja, não é feito nenhum pagamento com dinheiro vivo ou cartões multibanco dentro do recinto do festival. Tudo acontece através de uma pulseira.

Mal chegam ao festival, os visitantes apresentam os seus bilhetes e trocam-nos por uma pulseira RFID cashless. Carregam as suas pulseiras com o montante que desejam e, depois disso, é só comer, beber e dançar sem preocupações. É mais seguro e prático para todos.

Caso não seja usado o valor todo que está dentro da pulseira, a devolução pode ser pedida nos pontos de carregamento até às 5h da manhã de cada dia do festival. Esse mesmo valor também pode ser deixado como donativo para o desenvolvimento de iniciativas sociais e culturais da aldeia de Cem Soldos.