Viver

Palavra de honra | Lembro-me tantas vezes de como era bom poder ir a um concertosaço

17 jun 2021 12:45

Carolina Miguel, fotógrafa.

palavra-de-honra-or-lembro-me-tantas-vezes-de-como-era-bom-poder-ir-a-um-concertosaco

- Já não há paciência... para ler pessoas que insistem em colocar 'ç' antes das vogais 'e' e 'i'... Qual é a dificuldade de perceber esta regra?! Quando tropeço num exemplar destes desisto logo de ler até ao fim (isso e os 'à' e 'há', mas essa lição fica para depois). Mas haver fome no mundo é pior, claro!

- Detesto... tirar cabelos do ralo da banheira e limpar o fogão. Também não sou apreciadora de iscas, grão e feijão, mas faço uma feijoada daquelas, apetitosa (nada como a das nossas mães, óbvio, mas é boa à mesma!)

- A ideia... de haver pessoas que pensam que não existem extraterrestres no Universo, e mesmo entre nós, deixa-me a pensar. Isto porque conheço muita gente meio esquisitóide, onde acredito que habite, no fundo do seu âmago, um ser alienígena, cujas ideias nem sempre são fantásticas nem cheias de boas intenções. O que é pena, porque se não forem as raças exteriores a tomarem controlo do rumo da Terra, não são os humanos (na sua maioria) que vão fazer com que isto melhore...

- Questiono-me se... os unicórnios realmente existem/existiram. Não sei se sabem, mas existe um mamífero marinho chamado Narval, que é uma espécie de baleia-unicórnio, que habita no círculo Polar Ártico... Se existe um nos oceanos, por que não um em terra, e que voe?!

- Adoro... comer! Comer bem, não necessariamente em quantidade, mas que seja assim uma comidinha apetitosa, caseirinha... Gosto de provar de tudo um pouco, nem que seja para depois dizer mal! Agora a sério, não há nada como um bom final de tarde a petiscar coisas boas, em boa companhia (cerveja ou vinho, basta cheio) e rodeada dos melhores amigos que possam existir (os meus, desculpem). Se não for abusar, acrescentar uma boa rockalhada como banda sonora.

- Lembro-me tantas vezes... de como era bom poder ir a um concertosaço daqueles... Daquela banda cujas músicas sabes de cor e que não páras de curtir de início ao fim (do 3.o encore), dos moches que te passam ao lado, de levares com os pingos de suor de um qualquer gadelhudo que está a fazer hairbang à tua frente, tudo
sem afastamento social... ahhh que saudades...

- Prometo... que quando a pandemia passar vou dar beijinhos e abraços a todos por quem passar na rua (vá, nem todos)! Enquanto fotógrafa, prometo continuar a dar as melhores recordações às famílias e casais que acreditam e confiam no meu trabalho.

- Tenho orgulho...  nos meus amigos, tudo boa gente, e gente muito criativa e com muito bom gosto. Roam-se de inveja, porque são meus!

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.