Economia

A nova vida do têxtil em Avelar e Castanheira

10 fev 2016 00:00

Até meados da década de 1990, o têxtil tinha um peso significativo no Norte do distrito. O que resta hoje? Fomos ver.

a-nova-vida-do-textil-em-avelar-e-castanheira-3026
Raquel de Sousa Silva

Quinta-feira, três da tarde. O ruído característico das máquinas de costura lembra-nos que estamos numa fábrica de confecções. Na Avelmod, em Avelar.

As funcionárias atarefam-se a coser as várias peças que vão dar forma aos blazers que ali são produzidos. E a verificar cada detalhe, para que não haja erros. É que desta empresa do concelho de Ansião saem todos os dias encomendas com destino a algumas das mais conhecidas marcas internacionais de pronto-a-vestir.

Como consegue esta empresa dar cartas num mercado tão competitivo? “Devido à sua capacidade de inovar, de interpretar e concretizar as expectativas dos clientes”, explica Daniel Scarim, director-geral.

A Avelmod produz sobretudo casacos para homem e emprega 130 pessoas. Exporta 98% da sua produção. Existe como tal desde 2014 e resulta da reconversão da antiga Pivot.

Leia mais na edição impressa, amanhã nas bancas

EVENTOS