Sociedade

Mosteiro da Batalha foi o terceiro monumento mais visitado

13 jul 2018 00:00

Leiria recebeu 155.224 pessoas em 2017.

mosteiro-da-batalha-foi-o-terceiro-monumento-mais-visitado-8930
Jacinto Silva Duro

Em 2017, os museus, monumentos e palácios tutelados pela Direcção-Geral do Património Cultural receberam um total de 5.060.780 visitantes, o que representou um crescimento de 8% em relação ao ano anterior.

Os números relativos a 2018 só se saberão no final deste ano, com o encerramento do ano turístico. De qualquer modo, na tabela do ano passado, no topo estão o Mosteiro dos Jerónimo, com 1.166.793 entradas (mais 7,9% do que em 2016), seguindo- se a Torre de Belém, com 575.875 (menos 16%), o Mosteiro da Batalha, com 492.093 (mais 24,1%), depois o Palácio Nacional de Mafra, com 377.961 (mais 15,4%), e o Convento de Cristo, com 354.763 (mais 19,9%).

Em sétimo posto, está o Mosteiro de Alcobaça que registou mais de 260 mil visitas pagas no ano passado. Segundo a tutela o número de visitantes cresceu 15% em relação ao ano anterior, quando 226 mil turistas por lá passaram. Nos últimos seis anos, o mosteiro registou um crescimento de 44,3% de entradas pagas.

Fora da rota dos grandes monumentos, o Castelo de Leiria é o cartão de visita da cidade. Quem passa por Leiria não dispensa uma subida àquele ninho de águia. A fortaleza acolheu 84.694, mais de metade das entradas nestes espaços culturais sob tutela municipal.


A Câmara de Leiria contabilizou os visitantes ao Museu de Leiria, Centro de Diálogo Intercultural - que abrange a Igreja da Misericórdia e a Casa dos Pintores -, Castelo de Leiria, m|i|mo - Museu da Imagem em Movimento, Moinho do Papel, Agromuseu Municipal D. Julinha e Centro de Interpretação do Abrigo do Lagar Velho (Lapedo) e ao castelo e revela que este aumentou 15% em 2017, quando comparado com o ano anterior, atingindo as 155.224 pessoas.

EVENTOS