Sociedade

Foi construída uma autoestrada para proteger o mosteiro, mas puseram-lhe portagens, agora a Batalha vai para obras para reduzir poluição e ruído do IC2

28 ago 2017 00:00

A Câmara da Batalha vai adjudicar empreitada por concurso público, para salvaguardar aos impactos de ruído e poluição o Mosteiro Santa Maria da Vitória.

foi-construida-uma-autoestrada-para-proteger-o-mosteiro-mas-puseram-lhe-portagens-agora-a-batalha-vai-para-obras-para-reduzir-poluicao-e-ruido-do-ic2-7049
Jacinto Silva Duro

Esta intervenção, alvo de concurso público, consiste na requalificação urbanística e paisagística na frente do mosteiro, terceiro monumento nacional mais visitado no primeiro semestre do ano de 2017, através da criação de uma barreira acústica que minimize os impactes ambientais relacionados com a poluição sonora e promova a melhoria das condições ambientais  e urbanas  na área envolvente do Monumento Nacional, prevista no âmbito do Plano de Acção para a Regeneração Urbana (PARU) da vila da Batalha e financiada pelo Programa Operacional para a Região Centro – CENTRO 2020.

A obra será realizada no prazo de 90 dias a contar da celebração do contrato, por 510 mil euros mais IVA.

Em comunicado, a autarquia afirma que se trata de uma acção preventiva e necessária à protecção do Monumento, ainda recentemente evidenciada em estudo geofísico coordenado por Manuel Senos Matias, na publicação Anatomia de um Mosteiro.