Desporto

Falta de apoios pode ditar fim das 100 ondas

15 nov 2015 00:00

Equipa de Leiria ficou em sexto e alcançou o melhor resultado de sempre na Taça dos Campeões Europeus de andebol de praia

falta-de-apoios-pode-ditar-fim-das-100-ondas-2461

Terminou no domingo a Taça dos Campeões Europeus de andebol de praia, competição em que pelo segundo ano consecutivo participou a equipa 100 ondas, de Leiria, enquanto detentora do título nacional.

Contudo, pode muito bem ter sido a última presença, pois a continuidade do projecto está em causa. Não pelos resultados positivos, que esses acabaram por ser positivos, como comprova o sexto lugar entre 12 equipas, a melhor prestação de sempre, mas pelas dificuldades em angariar apoios que “estejam em consonância” com os resultados obtidos.

“Ainda não sabemos se o projecto vai continuar”, desabafou ao JORNAL DE LEIRIA Paulo Félix, técnico das 100 ondas, equipa que é tricampeã regional e nacional em três anos de existência. “Este ano foi muito cansativo e muito dispendioso. Não conseguimos os apoios que precisávamos.”

No entanto, o responsável está satisfeito com o resultado. “Correu bem. Vencemos quatro jogos e perdemos quatro jogos. Fomos eliminamos nos quartos-de-final pelas campeãs europeias e melhorámos a classificação do ano passado, mesmo sem levar toda a equipa. O que é preciso para melhorar? Falta essencialmente treino e uma competição mais equilibrada em Portugal.”

EVENTOS