Sociedade

Empresário do Bombarral desaparecido há dois anos

23 ago 2018 00:00

Papa Francisco recebeu ontem mulher de Américo Sebastião.

empresario-do-bombarral-desaparecido-ha-dois-anos-9143
Alexandra Barata

Dois anos depois de Américo Sebastião ter sido raptado em Moçambique, a mulher do empresário do Bombarral foi recebida ontem pelo Papa Francisco. Salomé Sebastião terá pedido ao Sumo Pontífice que intercedesse junto das autoridades moçambicanas, para que o marido seja resgatado e devolvido à família, e terá sugerido que reze por ele e por todas as vítimas de rapto e suas famílias.

A residir em Moçambique desde 2001, Américo Sebastião foi raptado no dia 29 de Julho de 2016, nas bombas de combustível de Nhamapaza, na província de Sofala, de onde terá sido levado por homens fardados, que o terão transportado numa “carrinha de marca Mahindra, de cor cinzenta, tipo de veículo que é frequentemente utilizado pelas Forças de Segurança Moçambicanas”.

Desde então, nunca mais foi visto. Como era habitual, nesse dia, Salomé Sebastião ligou ao marido, mas o telemóvel estava sem rede, como sucedia tantas vezes. Estranhou, contudo, que não lhe retribuísse as chamadas.

As más notícias chegaram às 17 horas, quando um dos sócios da empresa liderada por Américo, ligada à agricultura e à pecuária, lhe ligou a dizer que o marido tinha sido raptado, quando estava a abastecer a viatura.

Raptores não contactaram família
“Naquela altura, era comum raptarem as pessoas e, passados dois ou três dias, libertarem-nas”, recorda Salomé Sebastião. Contudo, tal não sucedeu com o marido. Não foi pedido resgate nem houve qualquer contacto da parte dos raptores, que levantaram todo o dinheiro que Américo tinha na conta, através do cartão multibanco.

Salomé garante que existem imagens dessas pe

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO