Viver

E a derradeira surpresa do Festival A Porta é a Villa Omnichord

28 mai 2019 00:00

First Breath After Coma levam performance sonora de 24 horas ao antigo edifício da EDP.

e-a-derradeira-surpresa-do-festival-a-porta-e-a-villa-omnichord-10319

A histórica Villa Portela a transformar-se em Villa Omnichord, com concertos de Surma + Joana Guerra + João Hasselberg, Labaq, Whales, Jerónimo, Few Fingers, Obaa Sima e outros nomes da editora Omnichord Records, é a derradeira surpresa do Festival A Porta, anunciada esta terça-feira.

Outro destaque: no antigo edifício da EDP na Rua de Tomar, os First Breath After Coma vão protagonizar e proporcionar uma experiência sónica durante 24 horas consecutivas.  

A organização do Festival A Porta acaba de revelar o que faltava saber sobre a quinta edição, a decorrer entre 14 e 23 de Junho, em Leiria, com as apresentações ao vivo de João Pais Filipe, Solar Corona, Lost Lake, Me and My Brain e Clima a fecharem o cartaz musical.

Na Casa Plástica, além dos First Breath After Coma, há a exposição colectiva de artes visuais “nada muda de forma como as nuvens, a não ser os rochedos” (curadoria de João Pedro Fonseca e Lara Portela) e um programa de performances, concertos, workshops e visitas guiadas que inclui, em parceria com a livraria Arquivo, o workshop de Escrita e Imaginação orientado pelo escritor Gonçalo M. Tavares. 

Os jantares temáticos que cruzam comida e música em casas privadas, sujeitos a inscrição, têm o valor de 20 euros por pessoa e acontecem a 17 e 18 de Junho.

No alinhamento das 1001 Portas, que soma dezenas de manifestações artísticas e acções sociais, destaque para a primeira apresentação do projecto Sob o Mesmo Céu, focado nas crianças e jovens da Quinta do Alçada, e para o Jardim Cívico 2.0 do colectivo Til, intervenção que começa a 1 de Junho na Rua Direita e é aberta à participação da comunidade.

Anteriormente, o Festival A Porta já tinha anunciado nomes como Manel Cruz, Jonathan Bree, Mdou Moctar, Bruno Pernadas, JP Simões, K-X-P, Fado Bicha, Ricardo Martins: Silvar, Meneo e April Marmara, entre outros, além das 36 actividades familiares e oficinas que compõem a Portinha.

EVENTOS