Viver

Centenário da 'Portugal Futurista' em Leiria

14 nov 2017 00:00

Dia 25, sábado, no IPLeiria.

centenario-da-portugal-futurista-em-leiria-7539
Jacinto Silva Duro

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, recebe no dia 25, sábado, entre as 9 e as 17 horas, um colóquio que visa celebrar o centenário da publicação do único exemplar da revista Portugal Futurista.

Foi em Novembro de 1917, que a revista que pretendia “dar o grito vanguardista do Futurismo em Portugal” conseguiu escapar às malhas da censura prévia e chegar às bancas, "por qualquer inexplicável golpe de sorte", como escreveu Fernando Pessoa.

Colaboraram neste número da revista dirigida por Carlos Filipe Porfírio e Guilherme de Santa-Rita, Bettencourt Rebello, Almada Negreiros, Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro, Raul Leal, Guillaume Apollinaire, Blaise Cendrars, Marinetti, Valentine de Saint-Point.

O seu texto mais famoso é o Ultimatum, de Álvaro de Campos, que poderá ter incomodado as autoridades e levado a que, passados apenas 15 dias, os números restantes da Portugal Futurista tenham sido apreendidos pela polícia e "instaurado processo contra todos os escritores que colaboraram." A publicação é reconhecida como um “marco incontornável no panorama literário e cultural” nacional.

O colóquio No Centenário de Portugal Futurista contará com a presença das oradoras e investigadoras Maria João Serrado, Teresa Rita Lopes, Patrícia de Jesus Palma, Anabela Almeida e Ana Raquel Roque.

A organização é do Centro de Formação da Rede de Cooperação e Aprendizagem. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e limitadas à capacidade do auditório.