Viver

A nossa sugestão para um passeio, canoagem ou primeiro mergulho no Ano Novo é no Polje de Mira/Minde

1 jan 2020 08:00

O grande lago temporário está de volta e permite fazer canoagem e mergulho nos campos agrícolas da depressão junto às duas vilas

A precipitação das últimas semanas permitiram que o grande Polje de Mira de Aire/Minde voltasse a encher, um fenómeno que só acontece em anos de grande pluviosidade.

Situado no coração do Parque Natural Serras de Aire e Candeeiros o polje inundado mostra, este ano, a habitual explosão de vida que proporciona, sempre que se transforma num grande lago, localizado na bacia temporária, existente entre as duas vilas de Minde, distrito de Santarém, e Mira de Aire, distrito de Leiria.

Torna-se também um local interessante para mergulho, águas bravas e canoagem, como se pode ver neste vídeo de Cristiano Justino, realizado no passado domingo. São famosos os mergulhos dentro dos poços da Mata que, após a inundação ficam a alguns metros de profundidade.

Polje mergulho
Mergulho é uma das actividades que, por estes dias se pode fazer no Polje

O Polje é um dos 30 locais em Portugal classificados pela Convenção Internacional das Zonas Húmidas como um Sitio RAMSAR.

É um verdadeiro "mar", onde, bastas vezes, nem sequer faltam as ondas, sendo designado localmente por "Mata", aparecendo apenas em anos de grande actividade hidrológica, como foi este final de Outono e início de Inverno.

Este é um ex libris natural que se encontra ameaçado por várias operações de limpeza dos escoadouros. 

Nas frias águas, encontram-se facilmente exemplares de tritão, sapo comum, sapinho-de-verrugas-verdes, salamandra-de-fogo ou salamandra-de-costelas-salientes ou, se preferirmos, em latim: Bufo bufoPelodytes punctatusSalamandra gallaica e Pleurodeles walt..

Muitas destas espécies estão ameaçadas noutros pontos do País pela poluição e pela introdução de espécies exóticas, como o lagostim do Luisiana que, sem predadores naturais, tem destruído muitos eco-sistemas e ameaçado muitas espécies de anfíbios.

Leia mais e veja um vídeo sobre o mergulho no Polje, clicando aqui.

 

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.