Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Opinião

Francisco Freire Voltar

16:14 - 08 Fevereiro 2019
Teorias rurais

Teorias rurais

Confiando que a neve fique sossegada no interior do continente europeu, e se tudo correr de acordo com o previsto, aproxima-se o momento de estrumar!

A recente vaga de geada tem trazido algum frio à região. Diz-se que “é tempo dele”, mas interessa que o gelo não se transforme em neve, ou as plantações de 2019 arriscam ficar comprometidas (leia-se, bastante atrasadas).

Confiando que a neve fique sossegada no interior do continente europeu, e se tudo correr de acordo com o previsto, aproxima-se o momento de estrumar!

Esta é uma das mais importantes actividades agrícolas de inverno, e posso aqui partilhar o meu know-how nesta matéria junto de quem vem esquecendo o seu relevo.

A terra está neste momento solta e húmida, pelo que os nutrientes que habitam o estrume facilmente se incorporam nos solos, nomeadamente o azoto, o potássio e o fósforo.

Depois de aplicar o esterco na terra, esta deve ser suavemente remexida, de forma a envolver bem todos os ingredientes, e apenas após essa fase se pode pensar em semear.

Clarificando: deve dizer-se estrume ou esterco? 

LER MAIS

Faça para ler a totalidade do artigo ou registe-se e aceda à versão integral deste texto





Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador