Opinião

Teatro nos museus? Sim

9 abr 2017 00:00
ana-moderno-tesoureira-do-cepae
Ana Moderno, tesoureira do CEPAE

Teatro e museus – duas forças de poder. Ambos se fazem para pessoas, desafiando-as a reflectir e a emocionar-se.

Mexem consciências e estados de alma; apelam a memórias. O poder do teatro reside na sua habilidade em alcançar várias idades, captando a atenção, promovendo histórias, divertindo e impressionando.

Por seu lado, os museus, através das suas colecções, constroem narrativas de significados, interpretando, envolvendo e contribuindo para a educação dos cidadãos.

O teatro aplicado aos museus pode ocupar diversas dimensões, que vão desde a exibição de um espectáculo teatral, dirigida ao público em geral, à actuação, enquanto ferramenta de intervenção sociocultural, direccionada a grupos específicos.

O teatro pode, por isso, contribuir para a interpretação dos objectos, incrementando o desejo de aprender. Dedico-me, neste espaço, à convergência entre teatro e museus por acreditar que ambos partilham preocupações comunitárias e que são desafiadores do conhecimento e da criatividade.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

*Tesoureira da Direcção do Centro de Património da Estremadura
*Esta coluna é da responsabilidade do Centro de Património da Estremadura (CEPAE) www.cepae.pt