Opinião

Rã King

8 fev 2018 00:00

Quando nos focamos excessivamente num objetivo, perdemos de vista o quadro global.

Se Esopo ainda fosse vivo, talvez reescrevesse a sua fábula da rã e do touro… Era uma vez uma rã. A rã vivia feliz no seu charco, com a sua família e os seus amigos. Crescia quase sem dar por isso, de tão embrenhada que andava sempre em encontrar uma nova brincadeira que ainda não tivesse experimentado. Saltava de nenúfar em nenúfar, umas vezes com sucesso, outras dando grandes chapas!

Quando falhava, deslocava-se, apressada, para o ponto de partida, decidida a tentar novamente. Quando, finalmente, atingia o objetivo, logo aumentava a fasquia, procurando um alvo mais afastado ou mais pequeno, desafiando-se. Na maior parte das vezes, explorava as suas capacidades com as companheiras que, como ela, se desafiavam mutuamente num clima de enorme alegria, todas querendo o seu sucesso e o das parceiras de brincadeira.

Um dia, uma ENORME rã apareceu de surpresa. Apesar de toda a sua imponência, mostrou-se afável e próxima dos habitantes do charco. Quase sem darem por isso, começaram a olhar para ela como a sua líder, a rainha. Pouco a pouco, começaram a sentir o desejo de ser como ela. Pediram-lhe insistentemente que lhes dissesse o que deveriam fazer para tal.

A king size, finalmente, acedeu, mas disse-lhes que não seria fácil. Para começar, teriam de parar com aquelas brincadeiras sem sentido, com aquelas perdas de tempo. Depois, teriam de comer muito mais do que comiam mas esquecendo besouros e lagartas, trincando apenas moscas e baratas.

Um grande quadro afixado num nenúfar gigante mostraria quem eram as melhores. Todos os anos, como prémio, as três primeiras sairiam do charco, passando para um enorme lago a uns quilómetros dali. Em pouco tempo, perceberam que não era aquela a vida que queriam, correram com a rã king e voltaram a ser felizes, aproveitando tudo o que a vida lhes dava.

Quando nos focamos excessivamente num objetivo, perdemos de vista o quadro global. Parece inexorável a marcha do comboio das alterações pedagógicas de fundo. Sente-se um amplo consenso quanto ao perfil que o aluno deverá apresentar no final da escolaridade obrigatória, assente em dez diversificadas áreas de competências.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO