Opinião

Queres ser o meu guarda-chuva?

22 mar 2018 00:00

Primeiro há que encontrar alguém com um guarda-chuva na mão e que, por isso, o perceba, intua de imediato os seus motivos. Alguém a quem não seja necessário explicar o que sente.

Pela manhã, olha pela janela e percebe como o dia está magnífico; tão magnífico que, ao sair à rua, não resiste a levar o guarda-chuva consigo. Desce pelo passeio quase deserto sentindo a brisa no rosto e o sol brilhante na pele.

Espreita as pessoas com quem se cruza, não tanto os rostos ou olhares mas as mãos, interessam-lhe as mãos; olha-as na esperança de encontrar numa delas um guarda-chuva. Foi por isso que saiu de casa: porque o dia está magnífico, tão magnífico que apetece apaixonar-se.

Vai caminhando sem pressa, há quem olhe e estranhe, há quem ignore. E claro que é prematuro falar em paixão.

Primeiro há que encontrar alguém com um guarda-chuva na mão e que, por isso, o perceba, intua de imediato os seus motivos. Alguém a quem não seja necessário explicar o que sente.

Alguém que compreenda o que simboliza andar com um guarda-chuva num dia em que não existe a mais pequena possibilidade de chover. Alguém que, por exemplo, não banalize uma relação como se banaliza o uso do guarda-chuva, que logo se esquece, abandona ou perde mal o sol chega.

Alguém que não coleccione relacionamentos por acreditar que a quantidade é uma protecção, como as pessoas que acumulam vários guarda-chuvas para nunca serem surpreendidos quando a intempérie surge inesperadamente mas, depois, nem os distinguem uns dos outros.

Alguém que não procure um relacionamento a pensar nos momentos solitários e guarde a felicidade apenas para si, como aquelas pessoas que ignoram os guarda-chuvas quando não precisam deles, abandonando os à porta de casa, e que no fundo acreditam que até podem passar sem eles.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO