Opinião

O que os europeus esperam da Europa

3 mai 2019 00:00

Nesta convicção, num ano de eleições europeias, foi lançado um projecto cívico e não-partidário, chamado WeEuropeans, o qual promoveu a mais alargada consulta pública online de sempre aos cidadãos dos 27 países da União Europeia.

Cada vez mais, os cidadãos europeus sentem que deixaram de controlar o seu próprio destino, não acreditando na capacidade dos governos e instituições europeias para responder aos desafios que se colocam à Europa, em geral, e a cada cidadão que dela faz parte, em particular.

Nesta convicção, num ano de eleições europeias, foi lançado um projecto cívico e não-partidário, chamado WeEuropeans, o qual promoveu a mais alargada consulta pública online de sempre aos cidadãos dos 27 países da União Europeia, visando conhecer as suas preocupações e recolher as suas propostas.

Tratou-se de um trabalho de grande fôlego, percorrendo um longo trajecto apoiado numa metodologia rigorosa e suportado por uma plataforma informática evoluída (Make.org) que permitiu inquirir 38 milhões de cidadãos, dos quais responderam 1,7 milhões formulando 30 mil propostas para a governação da Europa.

Numa segunda fase, essas propostas foram sintetizadas em 10 propostas finais concretas, após nova votação.

Os resultados desta consulta foram apresentados pela WeEuropeans num Congresso no Parlamento Europeu, em 22/3/2019, e os resultados estão a ser divulgados até Maio deste ano de eleições, quer junto dos partidos políticos, quer junto das organizações da sociedade civil em toda a Europa, sob a forma de uma Agenda dos Cidadãos, a qual será apresentada aos Chefes de Estado e de Governo durante o Conselho Europeu agendado para 9 de Maio em Sibiu, onde se irá discutir o f

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO