Opinião

A União Europeia: um ano decisivo

18 out 2018 00:00

Tanto o Reino Unido precisa da UE como a UE precisa do Reino Unido. Um mau acordo é um desastre para ambos.

A União Europeia, um projeto que ajudou, de forma decisiva, a Europa a viver mais de 70 anos de propriedade e paz e a multiplicar por 50 a sua riqueza, pode estar a caminhar para a desintegração. Entre várias questões importantes gostava de salientar três questões decisivas para o projeto Europeu.

Questão 1. Saída do Reino Unido da UE. Pela primeira vez, na sua já longa história, vamos assistir à saída de um membro da UE. Dia 29 de março do próximo ano é o dia para a saída oficial do Reino Unido da União Europeia. É fundamental que as negociações sejam francas e que o acordo final seja benéfico para ambos os lados. Tanto o Reino Unido precisa da UE como a UE precisa do Reino Unido. Um mau acordo é um desastre para ambos.

Questão 2. Os partidos de extrema direita populista. Estes partidos estão a assumir posições de destaque com presenças em vários governos de países como Itália, Hungria, Polónia, Bulgária, Áustria e até na Suécia e Holanda. O populismo certamente irá levar a Europa a um beco sem saída. Ou os partidos tradicionais dão respostas fortes e defendem os valores sobre os quais foi constituída a Europa ou o populismo irá a minar a Europa. Não esquecer que os nacionalistas, num passado não muito distante, foram responsá

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.