Opinião

40ºC à sombra

23 ago 2016 00:00
nuno-reis-professor-e-investigador
Nuno Reis, professor e investigador

É oficial, estamos em Agosto!

E sabemos isso porque é a “época de incêndios” e a deste ano tem sido uma época muito concorrida! Parece que ardeu meio país e portanto surgiu em cada português um perito em meios aéreos, limpeza florestal e técnicas de combate no teatro de operações.

(Um parênteses para constatar como os comentadores que surgem na televisão portuguesa dissertando sobre as responsabilidades sobre os incêndios – atribuindo culpas desde o pároco da mais recôndita aldeia até a ministros atuais, passados e futuros – são os mesmos que peroram sobre… tudo. Temos a singular condição de as televisões portuguesas conseguirem identificar uma mão-cheia de cidadãos especialistas em tudo. Conseguem palestrar sobre incêndios, constitucionalidade da legislação, estabilidade do sistema bancário, quotas do leite e da sardinha e ladrilhos de apartamentos no estrangeiro. Se me soa a demagogia e ignorância, estou certo que será por um problema meu… feche-se o parênteses!)

Ora, como de florestas percebo apenas do ponto de vista do utilizador (gosto de pinhões e de castanhas), não discutirei a qualidade dos meios aéreos ou a necessidade de usar gado ruminante para desmatação.

*Professor e investigador

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo