Sociedade

Via bus, mais 330 estacionamentos e novas rotundas em Porto Moniz

28 nov 2019 10:03

Previstas obras de 2,2 milhões de euros para revolucionar zona envolvente à rotunda D. Dinis, em Leiria.

via-bus-mais-330-estacionamentos-e-novas-rotundas-em-porto-moniz
Maria Anabela Silva

A criação de um piso de estacionamento subterrâneo no actual parque junto à escola Rodrigues Lobo e de uma nova zona de aparcamento com 360 lugares em terrenos da antiga prisão- escola, a definição de uma via bus e a construção de duas novas rotundas (uma em frente à EB 2,3 Dinis e outra junto ao posto de combustível da Galp) são as principais propostas do estudo prévio de requalificação da rotunda D. Dinis e da rua Dr. João Soares, em Leiria, aprovado esta terça- -feira, em reunião de Câmara.

Este é o segundo estudo apresentado para o local em menos de quatro anos – em Fevereiro de 2016 havia sido aprovado um outro – e mereceu fortes críticas dos vereadores da oposição, que acusam a autarquia de estar a “fazer favores” aos promotores privados, que têm investimentos em curso na área, referindo-se ao novo centro comercial e à urbanização Quinta da Malta (ver texto ao lado).

Em resposta, Gonçalo Lopes, presidente da Câmara, frisou que o Município “já tinha vontade e necessidade de intervir” naquela zona, alegando que os constrangimentos de tráfego no local “não são de agora” e que “não é abertura do novo espaço [Lis Shopping] que vai trazer mais problemas”.

Esse não é, no entanto, o entendimento de vários técnicos da Autarquia, que nos pareceres constantes do processo chamam a atenção para o “agravamento dos níveis de serviço na rotunda D. Dinis e ramos de acesso” devido ao “acréscimo de tráfego rodoviário inerente à procura expectável para a futura zona comercial” e à construção da Quinta da Malta, que terá cerca de 500 fogos.

A própria Infraestruturas de Portugal começou por dar um parecer desfavorável ao projecto apresentado pelos promotores do Lis Shopping, vindo depois a rever a sua posição, aprovando-o condicionado ao desenvolvimento, “em articulação com promotor do loteamento da Quinta da Malta”, de “soluções para minimizar” a “degradação” do nó de saída da rotunda D. Dinis, previsto como acesso à nova zona comercial”.

Ainda sem prazo de execução, a intervenção prevista para a envolvente à rotunda D. Dinis e rua Dr. João Soares tem um custo estimado em 2,2 milhões

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO