Sociedade

Trabalhadores da Câmara de Leiria perdem crédito de 3,5 horas para atrasos

18 out 2018 00:00

Novo regulamento de horário gera polémica.

trabalhadores-da-camara-de-leiria-perdem-credito-de-35-horas-para-atrasos-9372
Maria Anabela Silva

Os funcionários da Câmara de Leiria vão perder o 'crédito' mensal de 210 minutos (três horas e meia) que servia para justificar automaticamente pequenos atrasos. A alteração consta do novo Regulamento de Duração e Organização do Tempo de Trabalho do Município, aprovado na semana passada pela Assembleia Municipal (AM).

Ao que JORNAL DE LEIRIA apurou, o fim daquele crédito foi o ponto do documento que mais controvérsia gerou entre os funcionários da Autarquia. A partir de agora, “não são permitidos ao trabalhador atrasos na hora de entrada ou antecipações na hora de saída, salvo se o trabalhador solicitar a sua justificação ao senhor presidente da Câmara Municipal, no próprio dia ou no dia útil seguinte, e esta venha a ser concedida”, pode ler-se no documento.

Caso o atraso não seja justificado, “o tempo em falta será considerado injustificado, somandose os períodos de ausência, sendo marcada uma falta injustificada quando totalizar a duração do período normal de trabalho”.

O regulamento determina ainda que “todas as ausências ao serviço”, incluindo as relativas a trabalho externo, “devem ser justificadas, confirmadas ou previamente autorizadas, pelo superior hierárquico do trabalhador”.

Ausente da sessão da AM onde o documento foi aprovado, com dois votos contra (PCP e Bloco de Esquerda) e três abstenções, o presidente da Câmara alega que o novo regulamento pretende “acabar com injustiças”.

“A grande maioria dos trabalhadores da Câ

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO