Sociedade

Que espectáculos pode receber uma igreja dessacralizada?

16 ago 2018 00:00

A recente polémica por causa de um espectáculo de dança na dessacralizada Igreja da Misericórdia levou a autarquia a mudar para o Museu de Leiria dois concertos do Extramuralhas

que-espectaculos-pode-receber-uma-igreja-dessacralizada-9096

A Igreja da Misericórdia, actual Centro de Diálogo Intercultural de Leiria (CDIL) fechou as suas portas ao Extramuralhas. Por detrás da mudança de local, refere uma nota do Município, está a "recente polémica gerada em torno da utilização deste espaço dessacralizado por um espectáculo de dança”, no âmbito do MetaDança.

“Pela Fade In nunca mudaríamos de lugar, não temos nada a temer, nem nos preocupam as polémicas. Nunca desrespeitámos ninguém e assim continuará a ser. Mas a Câmara de Leiria é co-organizadora do evento e como tal tem sempre uma palavra a dizer. Compreendemos a sua decisão e, na verdade, a mudança para o Museu de Leiria vai permitir a um maior número de pessoas poderem assistir, gratuitamente, às intensas e peculiares actuações de Christian Wolz e de Rïcïnn”, adianta Carlos Matos.

O director artístico do evento organizado pela Associação Cultural Fade In acrescenta que “Christian Wolz é um artista que utiliza apenas a sua voz e o projecto Rïcïnn expressa-se através do canto lírico e operático”, pelo que juntamente com Rïcïnn seriam os mais poéticos e intimistas concertos da edição deste ano.

"Com esta alteração, pretendemos garantir que o Extramuralhas se realize com o espírito festivo que lhe é tão característico e evitar que possa ser associado a uma polémica a que é totalmente alheio. Apesar da mudança, garantimos que os concertos do Museu de Leiria terão as melhores condições para este evento que constitui um marco da programação cultural de Leiria”, justifica o Município.

No final do mês passado, algumas pessoas escandalizaram-se por ver fotografias de uma performance de dança contemporânea realizada em Abril, por alunos da Escola Superior de Dança, de Lisboa que participaram numa residência artística inserida no Festival MetaDança. O assunto foi debatido, por iniciativa dos vereadores social-democratas na oposição, Álvaro Madureira e Fernando Costa, em reunião de Câmara da cidade que pretende candidatar-se à realização da Capital Europeia da Cultura 2020.

Símbolos religiosos são obras de arte
O JORNAL DE LEIRIA foi tentar perceber se há limitações ao espectáculo cultural num espaço que outrora foi de culto, mas que actualmente é profano. Moisés Espírito Santo, sociólogo das religiões, defende que uma igreja dessacralizada é um “espaço profano” e como tal, teoricamente, “é igual

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO
EVENTOS