Sociedade

Quando a devastação dos incêndios é atracção turística

26 out 2017 00:00

No domingo, o trânsito parou na Estrada Atlântica para ver a destruição causada pelos incêndios. Centenas de curiosos deslocaram-se ao Pinhal de Leiria, agora reduzido a cinzas.

quando-a-devastacao-dos-incendios-e-atraccao-turistica-7425

Na manhã de domingo, uma semana depois do incêndio que destruiu o Pinhal de Leiria, a estrada que liga Marinha Grande e a praia de São Pedro de Moel está ainda calma. Na ciclovia, as habituais caminhadas e passeios de bicicleta, de pessoas que, até há bem pouco tempo, se faziam acompanhar pela paisagem verde, pelo som dos passarinhos e pelo cheiro a natureza. Agora, reina o silêncio, a cor monocórdica e o cheiro a incêndio, já suavizado pela chuva.

Na viagem até São Pedro de Moel circulam alguns carros, lentamente, com passageiros a olhar a todo o seu redor. Depois de uma manhã relativamente calma, à tarde o trânsito intensifica-se. Todas as estradas do Pinhal de Leiria estão repletas de carros.

Na Estrada Atlântica, quase a chegar à Praia da Vieira, encontramos um casal de Tomar. Têm um alojamento no Parque de Campismo de Paredes de Vitória, Alcobaça, e vieram ver como estava. “Não ardeu, felizmente”, afirmam aliviados. “Agora vamos seguir por aí a cima, para ver como está a mata.”

Na Praia da Vieira, o trânsito está parado na estrada que vem do centro da vila. Na rotunda, todos seguem para a Estrada Atlântica. Uns para Norte, outros para Sul. Alguns dos que rumam a Norte param na Lagoa da Ervedeira. E aí, numa estrada onde dificilmente passam dois carros em simultâneo, o trânsito acumula. Enquanto uns tentam circular, outros procuram por um estacionamento para poderem sair do carro e ver mais de perto a destruição que o fogo causou.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO