Sociedade

Projecto UIVO vai dar patada nos maus-tratos e exclusão social

1 out 2015 00:00

Projecto Matilha une crianças e idosos à volta do UIVO

projecto-uivo-vai-dar-patada-nos-maus-tratos-e-exclusao-social-2176

Sortudo é o cão de um conto de Ana Cristina Luz escrito para a Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (APPC) de Leiria, e vai estar no centro do UIVO, um projecto que pretende contribuir, através da arte, para a inclusão social e alertar para as questões relacionadas com os animais, crianças e jovens em risco, cidadãos com necessidades especiais e idosos.

Esta iniciativa surge do Projecto Matilha, que tem utilizado a arte urbana para chamar a atenção para os maus-tratos de animais. Ricardo Romero, o autor das imagens pintadas pela cidade, sublinha que o UIVO "é o grande projecto do Projecto Matilha" e que "desde o início estava pensado". "Agora, finalmente, vão-se juntar todas as peças do puzzle e as pessoas vão perceber o que é o Projecto Matilha e o que pretendemos", salienta o artista.

"A nossa principal preocupação é educar as próximas gerações, para que no futuro não existam os problemas que temos hoje. As leis em relação aos maus-tratos de animais mudam e o número de abandonos em Portugal continua a aumentar. Algo está errado", reforça Ricardo Romero.

O projecto irá utilizar contos e histórias já existentes. "O mote vai ser o Sortudo da APPC, um cão diferente, que faz o paralelo entre os animais e os humanos diferentes. Vamos tentar explorar o tema com os miúdos, que precisam saber que há pessoas que fazem mal aos animais", explica Catarina Dias, coordenadora do Projecto Matilha.

 

Leia mais na edição impressa ou faça registo e descarregue o PDF gratuitamente

EVENTOS