Economia

Produtos biológicos ganham adeptos na região

9 jan 2016 00:00

Nos últimos anos tem vindo a aumentar a procura por alimentos biológicos na região de Leiria

produtos-biologicos-ganham-adeptos-na-regiao-2802
Daniela Franco Sousa

Os investidores que têm apostado em empresas e lojas destes produtos explicam que os portugueses estão mais informados e começam a despertar para o consumo destes artigos saudáveis, como forma de prevenir doenças e evitar gastos futuros com problemas de saúde.

Esta é a convicção de Vítor Marques, que depois de abrir uma mercearia de alimentação biológica em Coimbra, inaugurou recentemente uma loja do género em Leiria. Chama-se BioEscolha e disponibiliza também produtos macrobióticos. Membro da associação de retalhistas biológicos, Vítor Marques garante que os preços praticados nas suas lojas tendem a ser cada vez mais competitivos.

Entende ainda que os negócios neste sector terão viabilidade, desde que os empresários não imponham margens de lucro muito altas nos artigos que comercializam. Porque os clientes, esses têm vindo a aumentar.

O seu próximo projecto passa por criar um restaurante vegan biológico em Coimbra, acrescenta Vítor Marques. André Gomes Pereira pertence à quinta geração da família que lidera a Quinta do Montalto, empresa localizada em Ourém, que desde 1997 é produtora certificada de agricultura biológica.

Além de vinhos, a empresa comercializa também produtos hortícolas, doces, compotas, tomate seco, entre outros artigos. Ao longo da última década, a Quinta do Montalto tem vindo a investir na renovação da adega, também na criação de melhores condições para produção de vinho, com aumento de áreas plantadas e forte aposta no marketing.

Ainda que o mercado interno tenha vindo a crescer, a crise não possibilitou que crescesse tanto ao nível dos produtos biológicos como seria expectável, nota o empresário. Por outro lado, o mercado externo tem vindo a revelar-se uma boa aposta para esta empresa, já que 85% da sua produção ruma para o estrangeiro, principalmente para Alemanha e Estados Unidos.

Uma das razões que levou Lídia Ramos a abrir o Meu Farnel em Alcobaça foi o facto de não encontrar naquele concelho um local onde pudesse comer bem e de forma saudável, com a opção de comida vegetariana. Desenvolveu então, há cerca de dois anos, um conceito “híbrido”, entre o restaurante e a mercearia de produtos biológicos, onde os clientes podem comer no local ou compor o seu o farnel com produtos baseados na dieta mediterrânica.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital deste artigo

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.