Covid-19

Produtos agrícolas da região vão chegar a quem mais precisa com o apoio do Município

23 abr 2020 09:18

Nova plataforma liga produtores, instituições particulares de solidariedade social e famílias, em colaboração com a Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria

produtos-agricolas-da-regiao-vao-chegar-a-quem-mais-precisa-com-o-apoio-do-municipio
.
Ricardo Graça

Os produtos serão adquiridos a preço previamente estipulado e posteriormente distribuídos pelas instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e famílias do concelho com necessidades identificadas, sendo expectativa do Município a obtenção de cerca de 10 toneladas de produtos frescos. Este é o objectivo de um novo projecto, o TAL - Terra Alimenta Leiria, lançado esta quarta-feira pela Câmara de Leiria.

A iniciativa da autarquia, associada ao Mercado Municipal, pretende aproximar produtores agrícolas e IPSS, através da aquisição e distribuição de bens.

Por um lado, são apoiadas "as IPSS e famílias sinalizadas, facilitando-se a aquisição de produtos frescos e contribuindo para minimizar o impacto da pandemia da Covid-19", refere o Município, em comunicado. Por outro, dá-se aos produtores locais "a oportunidade de rentabilizarem o seu esforço e trabalho, tendo em conta o encerramento ou a redução de horário de mercados e feiras".

Numa parceria com a Nerlei – Associação Empresarial da Região de Leiria, a Câmara de Leiria encontra-se já a fazer o levantamento dos produtores interessados em aderir ao projecto, através da respectiva inscrição no site do Mercado Municipal (www.mercadodeleiria.pt) até ao final do mês de Abril.

Para Catarina Louro, vereadora com o pelouro dos Mercados e Feiras, “este projecto tem um impacto muito relevante junto dos produtores locais, uma vez que, devido à pandemia, não têm conseguido escoar a quantidade habitual dos seus produtos”.

“As instituições tiveram de se adaptar para responder adequadamente às necessidades das pessoas mais vulneráveis,  pelo que o objectivo do programa é associar a promoção da economia local à vertente social”, acrescenta Ana Valentim, vereadora da Acção Social, para quem o TAL “assenta num encontro de necessidades que contribuem para a coesão social do concelho”.

No terreno até ao final do mês de Maio, o projecto conta com o apoio da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, ADAE – Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura, Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Lis e Nutrix.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.