Economia

Produção biológica nacional insuficiente para abastecer lojas

27 mai 2016 00:00

O consumo de produtos está a aumentar, levando ao aparecimento de novos espaços dedicados a este comércio. Produção nacional não chega para as encomendas

producao-biologica-nacional-insuficiente-para-abastecer-lojas-4218

Vivendo-se actualmente um contexto “favorável” ao aumento do consumo, o desafio da agricultura biológica é aumentar a produção para fornecer os supermercados existentes e aqueles se prevê venham a abrir nos próximos tempos.

Jaime Ferreira, presidente da Agrobio (Associação Portuguesa de Agricultura Biológica), que ontem, já depois do fecho desta edição, promoveu um seminário sobre agricultura biológica em Porto de Mós, diz que a produção nacional começa a não chegar para abastecer as lojas.

“A produção biológica não é suficiente para os supermercados existentes. Está a haver cada vez mais importação, o que nos preocupa, embora, naturalmente, haja produtos que terão necessariamente de ser importados”, explica o dirigente.

O aumento da procura de produtos biológicos está a criar várias oportunidades de negócio numa área que, estima-se, poderá representar já um volume de negócios na ordem dos 30 milhões de euros.

Jaime Ferreira diz que se trata de uma estimativa, por não haver ainda dados estatísticos sobre agricultura biológica, situação que a Agrobio quer ver ultrapassada. “É muito importante que haja dados, até para orientação de quem quiser iniciar-se na agricultura biológica”.

Vítor Marques, 37 anos, responsável pelo Bioescolha, supermercado biológico que abriu em Dezembro em Leiria, diz que “há mais pessoas a procurar biológico e há mais negócios a vender”.

“Tínhamos muitos clientes de Leiria que iam à nossa loja de Coimbra”, aponta. “Ter oferta de produtos biológicos ao menor preço é o nosso modelo de negócio”, explica. O jovem frisa que tudo o que a empresa vende é certificado, e sublinha que “só é biológico o que pode apresentar certificado”.

É que, refere Vítor Marques, “muitas pessoas ainda confundem biológico com caseiro, da horta do vizinho, que se calhar leva tantos ou mais pesticidas” do que os produtos da agricultura industrial.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.