Desporto

Pontes que atravessam os tempos

13 mar 2020 09:47

Naquele momento em que Vasco se estreou pelos seniores da União de Leiria, a 1 de Março, a família Pontes escreveu mais um episódio para a história do clube do castelo

pontes-que-atravessam-os-tempos
Vítor Pontes aponta o caminho ao filho Vasco
Ricardo Graça

É mais uma sessão de treino da equipa sénior da União de Leiria. O grupo às ordens de Carlos Delgado enfrenta as últimas jornadas do Campeonato de Portugal com vários retoques.

Apesar das dificuldades, tenta assegurar a manutenção nas competições nacionais de futebol e entre os jogadores recém-chegados está Vasco. Tem 24 anos e todos os dias, sempre que sobe as escadas para o balneário do Magalhães Pessoa, dá de caras com o legado que o apelido que transporta no nome deixou naquele emblema. 

Para que estes jogadores nunca esqueçam do peso do símbolo que levam ao peito, nos degraus de acesso ao balneário está escrito o nome das figuras maiores que tornaram superlativa a história deste clube.

Plantel da União de Leiria que subiu à 1.ª Divisão, em 1977/78. Vítor Pontes é o primeiro em pé, a contar da direita

Entre José Mourinho, Jorge Jesus, Manuel José, Manuel Cajuda, Jan Oblak, Derlei, Costinha, Helton, Douala, Nuno Valente, Silas ou Maciel, lá está o pai de Vasco. “É um orgulho”, diz o rapaz.

O progenitor é um nome incontestável no passado unionista. Também Vítor Pontes olha para aquele elenco com indisfarçável orgulho. “Que espectáculo! Está muito giro”, desabafa.

Não esconde uma certa nostalgia enquanto percorre o relvado carinhosamente tratado por Nélson Pousos. Ali, foi tão, mas tão feliz.

Aquela foi, mesmo, a sua casa, onde riu e chorou, ganhou e perdeu, foi herói e vilão. “Foram 22 anos, sabe. Onze como jogador e outro tantos como treinador. É o meu clube do coração.” 

Hoje, Vítor e Vasco fazem parte, como Orlando e Paulo Rousseau, de um restrito grupo de pai e filho que tiveram a suprema honra de jogar pela equipa principal e utilizar aquele equipamento branco imaculado.

Apesar de “tocado”, o miúdo estreou-se no passado dia 1,

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO