Sociedade

Politécnico de Leiria promete disponibilizar 120 camas no Seminário para 2020/21

28 jun 2018 00:00

O Politécnico de Leiria já recebeu um parecer da Direcção-Geral das Finanças.

O aumento do número de jovens que procura o Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) para estudar tem vindo a criar uma crescente dificuldade no arrendamento. As 440 camas que as residências do instituto disponibilizam não chegam para a procura.

Este alojamento acaba por ser direccionado, sobretudo, para os jovens com carências económicas e para os estrangeiros. Consciente desta dificuldade, o IPLeiria já procurou soluções e em 2020/21 está previsto criar mais 120 camas para estudantes no Seminário de Leiria.

“Recebemos já um parecer da Direcção-Geral das Finanças e tivemos uma reunião com o seminário. Temos aqui uma janela de oportunidade para transformar um espaço que poderá chegar às 120 camas ao serviço dos estudantes, nomeadamente dos internacionais”, revela Rui Pedrosa.

O presidente do IPLeiria sublinha que o crescimento de 25% no alojamento do instituto está agora dependente de um processo burocrático, pois “carece ainda da autorização dos Ministérios da Ciência e das Finanças e de intervenção por parte do seminário para adaptar o próprio espaço”.

“Com esta solução estamos a dar apoio aos nossos estudantes internacionais, mas vamos também aumentar a oferta para os nossos estudantes nacionais, porque estamos a crescer no seu todo”, assegura Rui Pedrosa, ao afirmar que os estudantes internacionais, sobretudo das licenciaturas, “vêm de locais muito distantes e é um grande conforto para os pais saberem que quando chegam vão ser acolhidos numa residência do Politécnico de Leiria”.

Compreendendo que o aumento dos alunos internacionais possa contribuir para congestionar o alojamento, Rui Pedrosa alerta para a decrescente demografia, o que obriga a um trabalho direccionado para a internacionalização, não só da parte do IPLeiria, mas de todas as instituições de ensino superior.

O mercado do arrendamento de estudantes está dividido entre particulares e imobiliárias, mas o seu impacto é grande neste  

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO