Sociedade

Politécnico de Leiria assume liderança da Regional University Network

30 out 2019 15:29

Instituição de ensino superior reforça foco no desenvolvimento da região

politecnico-de-leiria-assume-lideranca-da-regional-university-network
Arménio Vasconcelos recebeu a homenagem a título póstumo ao filho João
DR

O Politécnico de Leiria vai "liderar um consórcio europeu constituído por Universidades de Ciências Aplicadas com foco no desenvolvimento regional". O anúncio foi feito pelo presidente da instituição, Rui Pedrosa, na terça-feira, na sessão solene de abertura do ano lectivo, que decorreu na Escola Superior de Artes e Design, em Caldas da Rainha.

O projecto Regional University Network (RUN) envolve instituições de ensino superior de Portugal, Irlanda, Holanda, Finlândia, Hungria e Áustria, e "será suportado pela formação modular avançada promotora de mobilidade de curta duração, tendo por base a existência de hubs de inovação alimentados pela investigação de interface, com impacto no desenvolvimento regional".

No seu discurso, Rui Pedrosa reiterou ainda a importância, em contexto internacional, da necessidade da alteração da designação para Universidade Politécnica de Leiria. "A designação Universidade Politécnica não só é condizente com a missão e plenitude funcional do Politécnico de Leiria, como também facilitará os contextos de captação de mais e melhores estudantes, quer a nível nacional, quer a nível internacional", defendeu o presidente, citado numa nota de imprensa.

"É neste contexto que a designação Universidade Politécnica de Leiria é absolutamente determinante e diferenciadora", salientou.

O responsável deixou o desafio ao Governo que "pode dar um passo decisivo na valorização e comunicação internacional das instituições de ensino superior do sub-sistema politécnico, permitindo formalmente a utilização da designação Polytechnic University of Leiria em contexto internacional".

Rui Pedrosa anunciou ainda que os bons resultados permitiram que a partir de 2020 a instituição de ensino possa, pela primeira vez, contar com um financiamento directo à actividade de investigação através da FCT, que ultrapassará o montante de um milhão de euros anuais.

Relativamente ao financiamento das instituições de ensino superior, Rui Pedrosa considera fundamental um reforço real das dotações orçamentais, e que "durante esta legislatura seja possível discutir, desenvolver e definir uma fórmula de financiamento para o ensino superior em Portugal".

"Ter mais de uma década em que o financiamento que prevalece é o histórico orçamental, que em vez de premiar o mérito, faz o oposto, é absolutamente perverso. Ao dia de hoje temos mais 225 novos estudantes que no ano anterior, sendo o quarto ano consecutivo de crescimento. Mas, curiosamente, este esforço para atrair e reter talento para a Região resultará em mais constrangimentos financeiros, caso não existam correções estruturais e mecanismos que premeiem o mérito", reforçou.

Na sua intervenção, Rui Pedrosa recordou ainda o compromisso que envolveu o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Ministério da Justiça e o Ministério do Trabalho e Segurança Social, a alertar para a urgência da construção de novas instalações para Escola Superior de Educação e Ciências Sociais nos terrenos da prisão-escola, criando um único campus académico em Leiria.

O presidente lembrou que este projeto teria como contrapartida a requalificação dos pavilhões da prisão escola, e a cedência das actuais instalações da ESECS ao Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). "É o tempo de concretizar e avançar com este acordo e para isso vamos necessitar de todos os diretamente envolvidos e de todos os que possam influenciar positivamente para a resolução deste problema que temos em mãos", apelou.

A cerimónia contou com a entrega de dois títulos honoríficos Professor Honoris Causa, a Ana Abrunhosa, a nova ministra da Coesão Territorial, até aqui presidente do Conselho de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, pelo seu contributo para a captação de investimento e pela contribuição para o ecossistema de inovação da Região Centro, e, a título póstumo, a João Vasconcelos, antigo secretário de Estado da Indústria, natural de Leiria, e que muito fez pelo empreendedorismo e pela indústria da região e do País.

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.