Desporto

Os dois amores de Nuno Marques

20 fev 2020 17:04

A competência é comprovada pelos resultados que consegue enquanto treinador de atletismo e futsal, em Pombal. Só não lhe peçam para escolher, porque nem ele sabe de qual é que gosta mais.

os-dois-amores-de-nuno-marques
Nuno Marques treina Sofia Lavreshina antes de orientar o futsal do Núcleo SCP Pombal
Ricardo Graça

Quando se deita na cama, já a noite é longa e Nuno Marques dorme que nem um anjo. Está exausto pela longa jornada de trabalho. Os dias dele são mais compridos do que os dos outros e ao fim da tarde o expediente ainda vai a meio. Acabadas as aulas de Educação Física na Escola Técnica e Artística de Pombal, onde lecciona, ainda tem um mundo de coisas para fazer.

É assim pelo menos três vezes por semana. Sai do estabelecimento de ensino e vai directo para a Expocentro, onde dá treinos de atletismo até às 21 horas. Sem parar, pega no carro e dirige-se ao pavilhão Eduardo Gomes para orientar até às 23 horas mais um preparo da equipa sénior de futsal do Núcleo do Sporting Clube Portugal de Pombal (NSCPP).

É duro, não é para todos, mas mais do que ser treinador de duas modalidades absolutamente distintas, o que distingue este rapaz de 36 anos é que está a ter muito sucesso em ambas.

Comecemos pelo atletismo. Além dos miúdos do Núcleo do Desporto Amador de Pombal com quem começa a jornada, tem o seu grupo de treino de competição, onde se destaca Sofia Lavreshina. Esta miúda é uma grande promessa da modalidade a nível nacional e na temporada passada já representou Portugal no Festival Olímpico da Juventude Europeia.

Nas últimas semanas bateu o recorde nacional juvenil dos 400 metros em pista coberta e contribuiu para outro máximo nacional com as suas colegas da Juventude Vidigalense, o da estafeta de 4x300 metros. Pelo caminho, há dez dias, sagrou-se campeão nacional de triplo salto.

No futsal, Nuno Marques orienta pela sexta temporada consecutiva a equipa sénior do NSCPP que lidera o campeonato distrital e é candidata a regressar à 2.ª Divisão nacional. O clube tem andado num vaivém entre as competições distritais e nacionais, mas o treinador acredita que com as condições agora encontradas, “pode estabilizar” no segundo patamar

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.