Viver

“O sonho que comanda a vida é… mais ou menos como aquele em Elm Street”

11 jul 2018 00:00

Almanaque | António João (Dirty Bungalow) beatmaker

António João (Dirty Bungalow) beatmaker
Jamie Lee Curtis - Perfect
Jamie Lee Curtis - Perfect
Jamie Lee Curtis - Perfect
Monica Roccaforte
Monica Roccaforte
Monica Roccaforte

Se acontecesse um cataclismo e só pudesses salvar três músicas quais seriam?
Master blaster, do Stevie Wonder, Come together, dos Beatles, e Alane, do Wes, para ir dando valor às outras duas.

Está no baile da aldeia e dá-lhe uma vontade repentina de dançar. Quem convidaria para seu par?
Ia buscar a Jamie Lee Curtis ao filme Perfect. Atenção, é capaz de ser dos piores filmes de sempre, mas com a dança mais sexy de todos os tempos.

Que remédio é que usa para baixar a tensão?
O ideal seria passear o cão, enquanto se dá milho aos pombos, mas a minha tensão está sempre tranquila, não uso remédios.

Qual o roteiro para um dia perfeito?
Acordar ressacado, mas feliz, andar em casa de cuecas a olhar pelas janelas, almoçar meio frango do dia anterior mas ainda muito bom, fazer uns beats, jogar Super Nintendo, ver uns vídeos de gordos a escorregar, ir para a cama.

Vai ter um jantar romântico à luz das velas. Que ementa prepara?
Risotto de frutos-do-mar, ou como algumas pessoas, maldosamente, lhe chamam, arroz com atum.

O que faria se acordasse milionário?
Ia estoirar o champô todo a tomar banho, mandar para as paredes, chão, etc.

Que personagem de Hollywood gostaria de ter sido?
Groucho Marx e utilizar, de vez em quando, a frase “nunca me esqueço de um rosto, mas, no seu caso, vou abrir uma excepção”.

E para contracenar consigo?
Monica Roccaforte É estudante de cinema e precisa de um orientador de estágio.

Que realizador escolheria?
Miguel Gomes, alguém que me ensinaria a fazer ovos sem omeletes.

O génio da lamparina da Câmara Municipal de Leiria concede-lhe três desejos, quais escolheria?
Sendo que são desejos para a cidade de Leiria, seria uma LisFactory, um KFC e mais um Carlos Matos.

A justiça foi injusta, o tribunal enganou-se e vai ter de estar em prisão domiciliária durante um ano. Três objectos indispensáveis...
Se é domiciliária tenho lá tudo o que preciso… Se calhar, é melhor apagarem esta pergunta.

Se, por acaso, algum dia morrer, como gostaria de ser recordado?
Espero que isso não aconteça, preferia ser recordado como aquele gajo que nunca mais morre.

O sonho que comanda a vida é...
Mais ou menos como aquele em Elm Street.

I'll be back! De onde é que sai com esta frase mítica?
Isso parece-me do Free Willy 2.

Vai para Tenerife assistir a uma demonstração de colchões, mas decide desviar o avião. Para onde?
Vou para um sitio onde não haja demonstrações de colchões, apesar da limpeza a seco até ser muito interessante e dinâmica. Mas iria, talvez, para as Bijagós, na Guiné, é perto e se me desse a fome não tinha de pagar 8 euros por uma sandocha nojenta.

Quer impressionar alguém, que história, baseada em factos verídicos, conta?
Contaria aquela história de uma tia minha que saiu à pressa de casa para ir trabalhar e levou um pão com queijo em cima do tejadilho do carro até ao emprego.

Se tivesse de passar seis meses numa ilha deserta, quais seriam os três livros que levaria?
Dom Quixote, a Bíblia e um livro sobre como subir palmeiras e coqueiros.

Em criança, quando fosse grande, gostaria de ser...
Pequeno

Passa pela quermesse da Christie’s e tira uma rifa, que obra de arte gostaria que lhe calhasse?
Qualquer coisa do Bacon ou do Basquiat.

EVENTOS