Sociedade

O primeiro dia da mais nova vereadora da Câmara de Leiria

2 nov 2017 00:00

Estreia. Rita Coutinho deixou o seu atelier de arquitectura para se dedicar à causa pública.

o-primeiro-dia-da-mais-nova-vereadora-da-camara-de-leiria-7478
Maria Anabela Silva

É dia 16 de Outubro, uma segunda-feira negra em que o País acorda de luto, com uma nova tragédia provocada pelos incêndios. É também o dia em que Rita Coutinho, 38 anos, se estreia na política. O encontro com a nova – e mais nova – vereadora da Câmara de Leiria está marcado para as 8:45 horas, na entrada principal dos Paços do Concelho.

Chega ligeiramente atrasada. Um pequeno problema burocrático reteve-a mais do que esperado na portaria junto ao parque de estacionamento da autarquia. “Ainda não tinha o carro registado”, explica.

Num dos corredores dos Paços do Concelho, cruza-se com um munícipe que a reconhece e que a questiona sobre o pelouro que irá assumir. Como ainda não é público que ficará responsável pela tutela das Obras Particulares, finta a pergunta: “Com o melhor”.

Por essa hora, já sabe que a reunião que o presidente havia agendado com a sua equipa da vereação para as 9 horas tinha sido adiada para o início da tarde. A noite de sobressalto, devido aos incêndios que atingiram também o concelho, nomeadamente a zona do Pedrógão e do Coimbrão, assim o obriga. O dia não seria melhor e a reunião só viria a acontecer no dia seguinte.

Rita Coutinho sobe até ao gabinete que irá ocupar, o mesmo onde, no último mandato, esteve o vereador Ricardo Santos. À sua espera tem duas funcionárias do apoio à vereação, mas ainda não se pode instalar. Só durante o dia, o seu de posto trabalho ficará funcional.

Entretanto, junta-se ao grupo Ana Valentim, que transita do executivo anterior, e Carlos Palheira, que, tal como Rita, se estreia nestas andanças. O novo vereador, que ficará com os pelouros do Desporto e da Juventude, faz-se acompanhar do adjunto João Fonseca. “O meu braço directo”, apresenta.

Ana Esperança, que nos últimos anos foi chefe de gabinete do presidente Raul Castro e que agora assume a função de vereadora, faz as honras da casa e vai distribuindo as chaves dos gabinetes aos novos elementos. Os incêndios dessa noite e madrugada dominam as conversas. Vão-se trocando informações e partilhando algumas histórias de conhecidos ou amigos que viveram momentos aflitivos.

Com a reunião com o presidente adiada devido, precisamente aos fogos, Rita Coutinho reprograma o dia, que será passado em visitas aos serviços que irá tutelar, relacionados com as Obras Particulares. Será um regresso, agora noutras funções.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO