Sociedade

O Grande Plano | Márcio Menino

6 dez 2018 00:00

Nunca deixes fugir uma oportunidade...

o-grande-plano-marcio-menino-9568
Jacinto Silva Duro

Pablo era apenas mais um no meio de 40 pessoas. 15 nações diferentes juntas durante 40 dias. O único denominador comum? O voluntarismo. Naquele Verão trocaram-se experiências de vida, sonhos e acima de tudo partilhámos o que nos vai na alma. A maioria de nós tinha terminado recentemente a licenciatura.

Alguns já tinham tido a primeira experiência no mercado de trabalho na área, mas nenhum de nós tinha algo realmente assumido. Depois desses 40 dias “perdidos” nos Balcãs, uma espécie de travessia do deserto, para muitos de nós tudo mudou. Para aqueles que realmente aprenderam algo e tomaram uma atitude diferente perante a vida.

Alguns arranjaram trabalho nas federações do próprio país, lembro-me por exemplo de uma romena, que traduziu uma conferência de imprensa e que foi contratada assim que acabou o Europeu. Outros conseguiram trabalho indiretamente, em agências noticiosas presentes e que viram potencial em nós. O Pablo teve de esperar. Teve infelizmente de penar um pouco mais. Não por falta de qualidade, de todos nós era o que tinha mais capacidades ao nível da edição de vídeo e design, mas por falta de oportunidades. Até que... Há uns meses, a namorada dele recebeu uma proposta de trabalho no Luxemburgo. E ele, que nunca teve medo de trabalhar, pôs-se a caminho. Foi à descoberta de alguma coisa, por vezes são assim as oportunidades, apenas um pequeno rasgo de luz.

Neste momento, o Pablo tem dois part-times que lhe garantem uma estabilidade económica acima da média e, principalmente, faz o que mais gosta. Quanto a mim? Continuo a tirar as minhas fotos, a beber os meus copos, mas agora faço-o entre Portugal e o resto da Europa. Passo quase metade do ano na terra que me viu nascer e crescer e a outra metade, a viajar e trabalhar pelo Velho Continente, a promover a minha paixão de criança, o Andebol.