Economia

Moldes: manter aposta na cooperação como elemento diferenciador

30 nov 2019 09:50

Apesar de ser hoje uma referência mundial, a globalização, a digitalização e outras tendências trazem um novo conjunto de desafios às empresas

moldes-manter-aposta-na-cooperacao-como-elemento-diferenciador
.
Ricardo Graça/Arquivo
Raquel de Sousa Silva

Reconhecida como uma das “principais referências” do País, a indústria portuguesa de moldes vive actualmente uma grande transformação, a que se junta um contexto internacional “adverso ao seu desenvolvimento”, alertou no X Congresso da Indústria de Moldes o presidente da Cefamol.

As empresas “terão grande dificuldade em ultrapassar isoladamente” os desafios daqui decorrentes. “Temos de nos unir, cooperar, ganhar massa crítica para enfrentar esta nova realidade”, defendeu o presidente da Cefamol logo na abertura do evento. No encerramento, haveria de voltar ao tema cooperação. “Acreditamos que continua a ser o nosso elemento diferenciador no mercado internacional e é nele que nos focamos para manter uma trajectória de sucesso”.

“É a cooperação que permite que os pequenos sejam grandes”, disse também no encerramento Ana Abrunhosa. A ministra da Coesão Territorial prometeu continuar a dar testemunho da “extraordinária resiliência” da indústria de moldes e de como tem conseguido “superar as crises devido à forma única como as empresas cooperam”.

Ainda na abertura do congresso, o secretário de Estado da Economia, João Neves, reconhecia que esta é uma das indústrias “mais relevantes” da economia portuguesa, que “representa muito bem o que é a capacidade tecnológica do País. Considerando “decisiva” a capacidade de adaptação do sector às novas tendências, reconheceu que embora ainda muito dependente do automóvel tem tido capacidade de melhorar o seu posicionamento junto da indústria aeronáutica e que os novos investimentos que se perfilam nesta área poderão “puxar” pelos mold

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO