Sociedade

Matemática também se trabalha ao som do tambor

17 fev 2018 00:00

No Centro Escolar da Barreira, em Leiria, os alunos desenvolvem a concentração, a organização e até o gosto pela Matemática através da percussão. O projecto tem o dedo da Associação Tócandar

matematica-tambem-se-trabalha-ao-som-do-tambor-8132
Daniela Franco Sousa

No Centro Escolar da Barreira, em Leiria, os 213 alunos estão a desenvolver diversas competências, como a capacidade de concentração e a organização, e até o gosto pela Matemática, através de um projecto de percussão dinamizado pela Associação Tócandar, da Marinha Grande. Os alunos divertem-se e aprendem. E os pais estão motivados para acompanhar os ritmos dos educandos. Os professores agradecem.

Desde que foi constituído, há três anos, o Centro Escolar da Barreira sempre considerou a música uma componente muito importante do seu projecto pedagógico, expõe Isabel Silva, coordenadora da instituição.

Este ano lectivo, o centro escolar avançou com uma novidade. Chama-se Orquestra de Percussão e está a ser dinamizada pelo professor Paulo Tojeira, mentor da Associação Tócandar, junto dos 213 alunos da escola. “Apostámos neste projecto pelas competências pedagógicas e físicas que se desenvolvem nos alunos através da música”, explica a coordenadora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO