Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Mais de 1,3 milhões de euros para “valorizar” castelo de Leiria

Sociedade

20 Abril 2017

Mais de 1,3 milhões de euros para “valorizar” castelo de Leiria

Projecto prevê cafetaria e anfiteatro no castelo.

Está aprovado o projecto de valorização do castelo de Leiria. As obras, a executar até 2019, têm um custo estimado em mais de 1,3 milhões de euros e contemplam a criação de um anfiteatro com 200 lugares sentados, a pavimentação da zona do terreiro à entrada do castelo, a requalificação da casa do guarda, a criação de uma cafetaria e a reabilitação do recinto, com a definição de percursos em pedra de forma a facilitar a circulação dentro do monumento.

De fora desta empreitada fica a cobertura da Igreja da Pena. O objectivo da intervenção é “tornar o castelo e o recinto do núcleo muralhado mais acessível e agradável”, como explicou Diogo Vasco, arquitecto da empresa responsável pela proposta de intervenção, durante a reunião de câmara extraordinária, realizada na segunda-feira, onde o projecto foi apresentado e aprovado.

Na ocasião, o técnico sublinhou que a intervenção pretende também melhorar as infraestruturas do espaço (iluminação e sinalética) e das áreas edificadas.

Entre as intervenções previstas está a requalificação da casa do guarda, edifício que, segundo Diogo Vasco, apresenta “alguns problemas”, como cantarias danificadas e infiltrações. A intervenção pretende resolver essas deficiências, com a renovação da cobertura, e valorizar o espaço.

No rés-do-chão, ficará a recepção/bilheteira, à qual será possível aceder através de um passadiço, e uma casa-de-banho para pessoas com mobilidade condicionada. No piso superior será criada a loja do castelo, sanitários e o acesso para um novo bloco a criar no espaço onde estão actualmente as casas-de-banho e que será fechado, com uma cobertura ajardinada.

Aí, haverá uma zona multifunções, que servirá para a realização de pequenas exposições ou palestras, e cafetaria, cuja área técnica poderá ser fechada, em função da utilização que, em cada momento, se quiser dar ao espaço.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

Maria Anabela Silva
Redacção Maria Anabela Silva anabela.silva@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador