Desporto

João Nuno Meireles e o fascínio pelo hóquei sentido do lado de fora do éden

19 jul 2018 00:00

Este leiriense é o seleccionador de hóquei em patins da Áustria, que por estes dias compete no Europeu. Uma realidade que é completamente diferente da que se assiste em Portugal.

joao-nuno-meireles-e-o-fascinio-pelo-hoquei-sentido-do-lado-de-fora-do-eden-8959

Encontramo-nos ao fim da tarde no bar do Atlas Hostel, em plena rua direita. O grupo tinha acabado de chegar de uma volta pelas praias da Nazaré e de São Pedro de Moel. São rapazes que poderiam muito bem passar por um grupo de turistas que, por mero acaso, veio parar a Leiria.

Mas não são. Na realidade, trata-se de uma selecção nacional de hóquei em patins em vésperas de jogar um Campeonato da Europa. A realidade destes jovens é que é muito diferente da dos seus colegas lusos, todos eles absolutamente profissionais, todos eles ordenados milionários.

Em Portugal, como em algumas regiões de Espanha, Itália e pouco mais, esta é uma modalidade de privilégios. Tem, até, direitos de transmissão na RTP1, como não tem modalidades com muito mais praticantes, como o andebol, o voleibol ou o basquetebol.

Mas estes moços simpáticos, disponíveis e de sorriso tímido, que levam com orgulho a águia da Áustria ao peito, não foram parar ao centro histórico de Leiria por acaso. O local, está bom de ver, é agradável, mas está longe de apresentar a conjuntura habitual neste tipo de concentração.

Por amor ao hóquei, o Elias, o Roché, o Aurel, o Stefan, o Kilian, o Jonas, o Jean Carlos, o Thomas, o Sebastian e o Roman têm de largar o trabalho, abdicar de férias e desembolsar as verbas necessárias para que a preparação seja possível, à semelhança, de resto, do que acontece com os portugueses de algumas modalidades menos mediáticas.

Mas há um motivo para eles estarem ali, a tomar café e à espera de partir para Ourém para mais um treino. Leiria foi escolhida porque é a cidade de onde é natural o treinador em part-time da selecção austríaca. João Nuno Meireles, 39 anos, é filho de outro João Meireles, antigo seleccionador nacional da modalidade, com vários títulos internacionais do palmarés. Em Janeiro regressou à cidade, após vários anos a trabalhar em Espanha.

Quando este texto for publicado, a Áustria já saiu de Leiria, já viajou para a Corunha, na Galiza, e até já acumulou quatro derrotas, com a Suíça, com a França, com Portugal e com Andorra. Mas o facto de apresentar uma equipa que dignifica o país é, por si só, a maior das vitórias.

“As expectativas são sempre relativas e os objectivo, como sempre, são modestos. É uma equipa muito jovem. Um dos guarda-redes é juvenil e temos ainda três juniores. Há uma condicionante na convocatória, porque só posso escolher quem está disponível para vir”, explica o treinador, a orientar os austríacos pela quarta grande competiç&

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.