Economia

Indústria de moldes discute hoje mudanças tecnológicas e organizacionais

8 nov 2019 14:42

Mesa redonda junta quatro empresários do sector e decorre na Exposalão, no âmbito da feira Moldplás

industria-de-moldes-discute-hoje-mudancas-tecnologicas-e-organizacionais
.
Daniela Franco Sousa

As mudanças tecnológicas e organizacionais nas indústrias de moldes e plásticos vão estar em discussão hoje, dia 8, ao final da tarde na Exposalão, Batalha, no contexto da feira Moldplás, certame vocacionado para estas áreas que decorre até amanhã.

Com início marcado para as 18 horas, a mesa redonda é promovida pelo Centimfe e contará com as intervenções de Fernando Vicente (Somema), Manuel Novo (Erofio), Nuno Silva (Moldit) e Pedro Silva (CIE Plasfil).

Em discussão vai estar a mudança no contexto da indústria 4.0, quer ao nível da introdução de novas tecnologias quer da adequação da organização a novos modelos de gestão. “Os convidados irão partilhar as suas perspectivas no contexto da introdução de novas tecnologias, gestão, manufatura LEAN e segurança da informação”, revela o centro tecnológico da Marinha Grande.

A decorrer desde esta quarta-feira, e com término amanhã, a Moldplás (salão de máquinas, equipamentos, matérias-primas e tecnologia para moldes e plásticos) “é uma feira de profissionais para profissionais, cujo principal objectivo é dar a conhecer as soluções tecnológicas e as inovações da indústria, aproximando a oferta da procura por parte das empresas, com vista à concretização de bons negócios”.

E é isso mesmo que esperam os expositores ouvidos ao início desta tarde pelo JORNAL DE LEIRIA. Pela primeira vez na feira, a Artelcarbide tem sede na zona Norte e delegação na Marinha Grande, região onde os seus responsáveis pretendem angariar mais clientes. Pedro Pepe, comercial da empresa que vende ferramentas para moldes e metalomecânica, tem a expectativa que hoje ao final do dia e amanhã se estabeleçam bons contactos.

É também sobre o final do dia de hoje e sobre sábado que recaem as expectativas de Rui Moreira, director da Alamo Ferramentas, para quem o evento tem sido “fraco” até agora. Também esta empresa sediada em Aveiro e com delegação na Marinha participa na feira para angariar mais clientes nesta zona.

Já Luís Carneiro, gestor de conta na Marque TDI – Dominó Portugal, empresa que está na Moldplás pela quarta vez, considera que esta feira tem crescido, uma vez que actualmente apresenta equipamentos e empresas de áreas que vão além dos moldes.





EVENTOS