Economia

Grupo Lusiaves recorre cada vez mais a mão-de-obra de estrangeira

19 mai 2017 00:00

Imigrantes já representam 8% da força de trabalho.

grupo-lusiaves-recorre-cada-vez-mais-a-mao-de-obra-de-estrangeira-6471

Os colaboradores estrangeiros já representam 8% da força de trabalho do Grupo Lusiaves, que está presente em todas as etapas da cadeia de valor, desde a produção de milho à valorização de subprodutos do sector avícola. 

Por falta de mão-de-obra portuguesa, tem vindo a crescer o número de imigrantes nas empresas lideradas por Avelino Gaspar, que são actualmente responsáveis por mais de 3 mil empregos directos e contam com colaboradores de 10 nacionalidades.

Para acelerar a integração dos que chegam a Portugal à procura de melhores salários, o Grupo Lusiaves, que tem fortes ligações a Leiria, criou um plano de inclusão social que entre outras acções contempla aulas de português para cerca de 120 colaboradores de uma unidade industrial localizada na Marinha das Ondas, na sua maioria nascidos na Europa de Leste e em países como o Nepal, a Índia e o Bangladesh.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.